Cadastro para Auxílio Emergencial é fake

O Auxílio Emergencial nem foi sancionado e golpistas já estão utilizando links falsos pela internet.

Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz que o governo acaba de liberar o cadastramento para os brasileiros que teriam direito ao auxílio emergencial no valor de R$ 600 a R$ 1.200.

Na mensagem há informações sobre quem teria direito e orienta que o benefício precisa ser agendado em um aplicativo “oficial”, indicando um link que não tem nenhuma relação com o governo federal.

A Polícia Militar orienta que o alerta é fake. No Facebook ainda é possível ver vários anúncios e vídeos sobre o cadastro, mas vale o aviso de que até o momento não há nenhuma ação do poder público para inscrições dos interessados no benefício.

O “Jornal da Região” recebeu várias mensagens de leitores questionando como podem fazer para obter o auxílio.

O governo federal alerta que ainda não está fazendo nenhum cadastramento e que o link é falso. Em nota, o Ministério da Economia diz que a medida anunciada precisa passar pela aprovação do Senado, para então serem viabilizados os processos de transferência de recursos. Ainda não há data definida para a votação do texto. Se for aprovado pelo Senado, o auxílio ainda dependerá de um decreto do presidente Jair Bolsonaro determinando como será o pagamento.

O projeto
O pagamento do auxílio emergencial é limitado a duas pessoas da mesma família. Pela proposta aprovada na Câmara, poderá receber o montante o autônomo que não receber benefícios previdenciários, seguro desemprego nem participar de programas de transferência de renda do governo federal, com exceção do Bolsa Família.