Ônibus da Rápido Luxo voltam a circular nesta sexta-feira

Os motoristas de ônibus da Rápido Luxo Campinas voltam ao trabalho nesta sexta-feira (03). Eles aceitaram proposta da empresa de fazer rodízio a cada 15 dias no trabalho e 15 dias em casa.

A Rápido Luxo vai requisitar o Plano de Recuperação Econômica do Governo Federal para evitar demissões, com o subsídio da folha de pagamentos.

Durante os próximos meses a expectativa é de que ocorra a estabilização. A empresa alega que houve queda de 70% no número de passageiros, o que fez a receita cair.

Os funcionários com mais de 60 anos, que estão dentro do grupo de risco, vão receber 30% dos salários durante o afastamento.

A cesta básica será concedida. Mas o ticket refeição será apenas para os dias trabalhados. Os motoristas fazem jornada de 7h20 por dia atualmente.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Paulo Ataíde dos Santos, disse que foi a melhor alternativa para os trabalhadores, que têm garantia de emprego na atual conjuntura.

A Rápido Luxo informou por meio de nota enviada ao “Jornal da Região” que enfrenta uma crise sem precedentes.