“Suco de morango” pode ter sido despejado no Rio Capivari

A Companhia Estadual de Saneamento Ambiental (Cetesb) acredita que “suco de morango” foi despejado no Rio Capivari, na região do bairro do Corrupira, provocando a poluição das águas que abastecem as cidades de Louveira, Vinhedo, Valinhos e Campinas.

De acordo com a Agência Ambiental de Jundiaí, técnicos foram no local indicado por leitores do “Jornal da Região” e, após análise a água estava com coloração normal na segunda-feira (06).

Em contato com a empresa DAE S/A e equipes da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) na divisa com Louveira, os funcionários relataram que a partir do aparecimento da coloração na água entre sexta-feira e domingo, começaram a surgir também morangos boiando no local.

Os funcionários da DAE tentaram localizar a origem, mas não acharam.

Nos últimos dias há relatos de agricultores da região de que não estão conseguindo vender suas produções, com os fechamentos de estabelecimentos comerciais devido à quarentena de combate à propagação do Coronavírus.

Um agricultor relatou que está preocupado, porque cultivou caqui e a produção não foi vendida até agora. Até a Festa do Caqui de Itatiba foi cancelada.

Outros produtores da zona rural de Jundiaí estão perdendo frutas e alimentos. Com o desespero para tentar vender a produção, alguns golpistas se aproveitaram da situação em Louveira e marcaram local para roubar caminhão com a carga. Os agricultores alertam os vizinhos para tomarem cuidados na hora de comercializar a produção.