Empresários presos por dirigir a 210 Km/h na Bandeirantes

Três empresários da Capital foram presos neste domingo (19) em Jundiaí, pela Polícia Rodoviária, depois de praticarem racha na Rodovia dos Bandeirantes.

Segundo declarações dos soldados do 4º Batalhão da cidade, na perseguição as viaturas chegaram a ter velocímetro marcando 210 Km/h.

Um dos empresários, morador no Tatuapé, bateu o Passat que dirigia, transformado para arrancadas, no Km 35.

A perseguição a dois veículos Audis, de outros dois empresários, foi até o Km 64, na região do bairro Água Doce, em Jundiaí.

Os policiais deram ordem de parada várias vezes aos motoristas, que não obedeceram.

Flagrante

Para a prisão em flagrante por “racha” e “corrida”, os policiais rodoviários se basearam em gravações de vídeos da concessionária AutoBAn.

O policial que faz fiscalização da rodovia por câmeras identificou o racha no Centro de Controle e Operações (CCO) da AutoBAn e avisou as viaturas na estrada.

O delegado do Plantão da Polícia Civil determinou a apreensão dos três carros para o Pátio da Polícia Civil, no bairro do Jardim Novo Horizonte.

Os empresários pagaram fiança de R$ 3 mil cada um para não irem para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde teriam de dormir na cela até a audiência de custódia no Fórum de Jundiaí.

Segundo a Polícia Rodoviária havia um Golf, cinza, suspeito de ter participado da corrida, que fugiu.

Um dos detidos pela Polícia já teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa pelo Detran até 2021 e mesmo assim estava dirigindo.

Agora os três motoristas terão de aguardar decisão de um dos juízes criminais de Jundiaí. Eles podem responder processo também por colocar em risco a vida dos demais motoristas.

 

%d blogueiros gostam disto: