Lula pede desculpas por comentário sobre Coronavírus

O ex-presidente Lula se desculpou por uma frase infeliz que disse durante entrevista ao jornalista Mino Carta, editor da Carta Capital, na terça-feira (19).

“Ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus, porque esse monstro está permitindo que os cegos enxerguem que apenas o Estado pode dar solução a determinadas crises”, disse Lula.

Lula disse que foi o primeiro presidente brasileiro a botar o povo no Orçamento da União e sempre disse que dinheiro usado em programas sociais e para geração de emprego não é gasto, é investimento.

Ele disse que esqueceram que foi ele quem tirou o Brasil do Mapa da Fome e que abriu as portas do Palácio do Planalto para o povo, além de levar energia para os rincões do país e tantos outros programas para melhorar a vida do povo brasileiro.

Lula disse que sempre mostrou o enorme coração e a empatia com o povo brasileiro e todos os povos do mundo, e foi crucificado por uma frase infeliz, mal colocada, e mostrou também o tamanho da sua humildade ao pedir desculpas.

Ele esclareceu que quis dizer que precisou surgir uma nova doença para que a humanidade começasse a enxergar o desastre neoliberal.

“Usei uma frase totalmente infeliz. E a palavra desculpa foi feita pra gente usar com muita humildade. Se algum dos 200 milhões de brasileiros ficou ofendido, peço desculpas. Sei o sofrimento que causa a pandemia, a dor de ter os parentes enterrados sem poder acompanhar”, disse Lula em entrevista à Rádio Brasil Atual (RBA).