Santa Gertrudes se une para valorizar comércio local

As redes sociais se tornaram terreno de militância de consumidores e lojistas em defesa dos negócios de bairro, vítimas frágeis do sumiço dos clientes diante da pandemia do coronavírus.

No bairro do Jardim Santa Gertrudes, em Jundiaí, grupos se unem para fortalecer o comércio local, além de ajudar famílias vitimizadas pela crise

Clientes têm repassado promoções e contatos de tele entrega dos pequenos comerciantes, frases de conscientização circulam nos aplicativos de conversa.

Pequenas empresas lançam descontos e usam redes sociais para sobreviver à crise. O objetivo manifestado é que os consumidores não deixem de frequentar pequenos negócios da vizinhança para evitar que venham a fechar, gerindo desemprego em sua comunidade.

Pelo WhatsApp, circula uma mensagem estimulando as pessoas a utilizarem o delivery “Compre do pequeno e mantenha a economia girando”

No Facebook , as lives premiadas passaram a dar visibilidade ao pequeno empreendedor. Em troca pela participação, o consumidor sorteia produtos vendidos em seu estabelecimento, uma forma de agradar o participante. Durante a live, orientações sobre as regras de segurança e apresentação dos produtos são feitas nos 60 minutos de ação.

No whats App circula um “Guia de Delivery” em PDF com informações e contatos de comerciantes do bairro.

Uma página também foi criada para o bairro e disponibilizada para a comunidade interagir, principalmente entre o próprio comércio.
“É uma situação em que o prejuízo é praticamente inevitável, mas é possível amenizar o tombo com informações e apoio para gerir o negócio” — afirma Dircélio Timóteo, organizador da inciativa em apoio ao comércio do bairro.

“É hora de todos os que compõem a cadeia de consumo fazerem sua parte. Se os consumidores desaparecerem e credores forem irredutíveis na renegociação de encomendas ou aluguéis, teremos uma sequência de prejuízos que não é boa para ninguém “— afirma Timóteo.

Segundo o organizador, a campanha #EuApoioOComercioDoBairro está surtindo efeito e muitos comerciantes estão colhendo o fruto.

A ideia é que esta ação seja implementada após pandemia e o comércio possa rever alguns conceitos e melhorar seu relacionamento com o consumidor