Sobe para 51 as mortes por Coronavírus em Jundiaí

A Prefeitura de Jundiaí informa que nesta terça-feira (26) a cidade atingiu a marca de 51 pessoas que morreram de Coronavírus. Nas estatísticas, 85% são de maiores de 50 anos (71% acima de 60 anos).

As vítimas anunciadas nesta terça-feira são:

Homem, de 74 anos, que tinha problemas de diabetes. Foi internado no dia 14 de maio em hospital privado.

Homem, de 62 anos, cardíaco e diabético, que foi internado no dia 19 no Hospital São Vicente de Paulo.

Homem, de 79 anos, que tinha problemas renais e diabético. Foi internado em hospital privado no dia 16.

Mulher, de 79 anos, com problemas renais. Foi internada no dia 22 e morreu no dia 23. Mas só agora veio o resultado confirmando a morte por Covid-19.

O gestor de Saúde, Tiago Texera, disse que a população precisa se prevenir, usar máscaras e evitar sair nas ruas. A ocupação dos leitores de UTI cresceu para 72% no setor público e no setor privado chega a 78%. “A doença é imprevisível. Ela mata idosos como jovens, de 27 anos. Não dá para brincar”.

Os bairros que lideram o ranking de casos são os do Jardim do Lago e Vila Maringá.

A prefeitura já pediu quartos do 12º Grupo de Artilharia de Campanha, para ampliar o número de leitos para vítimas leves. Para atender esses pacientes serão contratadas 50 pessoas. Quem quiser pode entregar currículo no Hospital São Vicente de Paulo.

O gestor de Saúde disse que no momento Jundiaí está chegando ao “topo” da “curva” (que deve cair até meados de junho). Por isso é necessário o isolamento. Quem sair de casa corre risco de se contaminar, porque pessoas assintomáticas estão contaminando as demais.