Profissionais da Beleza fazem protestos

O Beleza Sindical, entidade que reúne profissionais de salões na região de Campinas vem pedindo para as autoridades de cada município a liberação das atividades. Na terça-feira (16) houve manifestação no Largo do Rosário, em Campinas.

Em Jundiaí, vários profissionais dizem que estão passando por dificuldades. Um cabeleireiro do Jardim Pacaembu disse que teve de entregar o salão, porque não dava para pagar aluguel sem faturamento.

Outro cabeleireiro do Caxambu comentou que está desesperado. Tem filha, família para sustentar e o aluguel está atrasado. Não tem dinheiro nem para comprar produtos essenciais.

Outra leitora contou que fez arrecadação de alimentos para a manicure, que está passando por dificuldades.

O cabeleireiro Rodrigo disse que o atendimento é feito por pessoa nos salões e não com aglomeração. “Eu tenho família para sustentar. Preciso trabalhar”.

A região de Jundiaí está na Zona Laranja da flexibilização do Estado e precisa mudar de fase para liberação.

Segundo o Governo do Estado o Comitê de Saúde prevê apresentar proposta ao governador João Doria para a próxima semana, formatando o tipo de atendimento que os profissionais devem adotar. A previsão é de liberação em 1º de julho. Exceto se as cidades estiverem na Zona Vermelha.