Pipa ao lado de rodovias tem causado acidentes

A Concessionária Rota das Bandeiras reforça a orientação para que pais e responsáveis não permitam que crianças soltem pipa próximo às rodovias. Além do perigo de serem atropeladas, o uso de cerol – que é proibido – pode causar acidentes aos motociclistas. Em Campinas uma criança de 10 anos morreu na Marginal da Rodovia Dom Pedro ao correr para a pista para buscar uma pipa, segundo a EPTV.

A situação tem se agravado durante este período de quarentena, com a suspensão das aulas e o maior tempo das crianças em casa.

No Corredor Dom Pedro, a Concessionária já mapeou e tem feito orientações para coibir a prática nos km 133, próximo ao Carrefour, e km 142 da rodovia D. Pedro I (SP-065), na altura da Ceasa, em Campinas, e no km 6 do anel viário Magalhães Teixeira (SP-083). Na região, também foram verificados casos em Artur Nogueira e Engenheiro Coelho, na rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332).

Aos motoristas, a Concessionária solicita que se redobre a atenção ao trafegar em trechos urbanos. Os motociclistas também devem usar equipamentos de proteção – como luvas, capacete e viseira –, além do protetor de pescoço. A motocicleta também deve contar com a antena corta pipa.

Em Jundiaí, grupos têm empinado pipa no morro da Rodovia João Cereser, na região da Estrada do Marco Leite e no Jardim Florestal.

Anúncios