Novo reservatório garante água para 30 mil pessoas

A DAE e a Prefeitura de Jundiaí concluíram, esta semana, o novo reservatório localizado no FazGran Industrial, com capacidade para armazenar 5 milhões de litros de água tratada. O equipamento vai reforçar a reservação de água nesta região e nos bairros Jardim Novo Horizonte, Almerinda Chaves e Residencial Jundiaí. A estimativa é de que cerca de 30 mil pessoas sejam beneficiadas, além de atrair a instalação de novas empresas.

O reservatório integra um conjunto de quatro novos em implantação na cidade (Cecap, já entregue, Jardim Carlos Gomes e Estação de Tratamento de Água do Anhangabaú/ETA-A, ambos em obras), além da reforma do R13, no Distrito Industrial.

“São investimentos fundamentais para fortalecer o sistema de abastecimento de água em Jundiaí, que é referência nacional. Além da segurança hídrica, a iniciativa colabora diretamente com o desenvolvimento social e econômico da cidade. Trazem resultados coletivos, que valorizam a população e as indústrias com geração de empregos”, afirma o prefeito Luiz Fernando Machado.

Atualmente, a DAE conta com 53 reservatórios distribuídos pela cidade. Somente nesta região, há seis, implantados em três torres (sendo dois em cada, considerando zona alta e zona baixa), que juntos chegam a uma reservação de 1.687 milhões de litros de água.

“Somados a este novo, que tem 5 milhões de litros, chegaremos a uma capacidade de armazenamento de 6.687 milhões de litros, quantidade importante para garantir o abastecimento mesmo em períodos de manutenção”, detalha o diretor presidente da DAE, Eduardo Santos Palhares. O reservatório do FazGran está localizado na avenida Odila Chaves Rodrigues e foi feito de concreto armado, com tubulação de ferro fundido.

Mais água tratada

Em março deste ano, a Prefeitura e a DAE entregaram o novo reservatório do Cecap, que dobrou a capacidade de armazenamento na região. “Agora, começa a operar este, no FazGran, e temos mais dois, no Jardim Carlos Gomes e na ETA-A, além do R13. Com eles, vamos ampliar a autonomia no fornecimento de água de seis para dez horas na cidade”, explica Palhares.

A DAE planeja para este ano a finalização dos reservatórios no Jardim Carlos Gomes, que terá 5 milhões de litros de água tratada, e na ETA-A, com 10 milhões de litros de água tratada, além da conclusão da obra de recuperação do R13, que terá capacidade de armazenar 5 milhões de litros de água tratada.

O valor total do financiamento referente ao contrato 0426.313-90/2014, com a finalidade de construção destes quatro reservatórios e a reforma do R13, é de R$ 17.719.305,48. O investimento no reservatório do FazGran foi de R$ 2.589.505,21, com recursos do PAC-FGTS, tendo como agente financeiro a Caixa Econômica Federal.