PM prende pai que abusou da filha de 8 anos

Os policiais militares Iório e Fernandes, do 49º Batalhão de Jundiaí, prenderam um pai por abusar da própria filha de 8 anos. A menina ficou em observação no Hospital Universitário (H.U.).

Segundo os policiais, eles foram acionados para o Jardim Fepasa em uma residência onde a moradora relatava que o seu namorado havia sido flagrado sobre a própria filha de 8 anos. A menina contou que não era a primeira vez que o pai fazia “isso” com ela”. Materiais foram coletados como prova e apresentados no Plantão da Polícia Civil de Jundiaí, junto com o autor, que chegou a fugir em direção de sua casa, mas foi preso na Rodovia Vereador Geraldo Dias.

Como foi

A equipe da PM foi acionada via 190 para averiguação de ocorrência de possível estupro de vulnerável no bairro Jardim Fepasa.

Pelo local dos fatos, em contato com a solicitante, ela informou que realizou um churrasco em sua residência e que seu namorado levou seus dois filhos, uma menina de 8 anos e um menino de 10 anos.

Em dado momento, as crianças tiveram sono e o pai as colocaram para dormir em um dos quartos da casa da sua namorada. Porém, ao perceber a demora do seu namorado, a mulher foi verificar o que havia ocorrido, sendo informada pelo irmão da menina que seu pai deitou-se por cima dela e que passou as partes íntimas dele nas partes íntimas dela, inclusive usando as mãos.

A criança de 8 anos confirmou os fatos e ainda disse aos policiais militares que não era a primeira vez que o fato havia acontecido, mas que não contou para sua mãe por medo.

Diante das informações levantadas pelos próprios policiais militares ainda no local, eles resolveram ir atrás do autor, conforme descrição do veículo que estava usando.

A equipe foi até o possível local onde estava o acusado, localizando-o trafegando em seu veículo pela rodovia vereador Geraldo Dias.

O homem, ao visualizar a viatura da Polícia Militar, tentou se evadir, mas foi alcançado e abordado.

Diante dos fatos, antes ainda de ser informado do motivo da abordagem policial, o suspeito já informou que tudo não passava de uma mentira e que não falaria mais nada sem a presença de um advogado.

O acusado recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Plantão Policial de Jundiaí, onde o flagrante foi registrado e o homem permaneceu à disposição da Justiça.

A criança foi levada pelo SAMU ao Hospital Universitário para atendimento médico, sendo recolhidos indícios dos fatos.

A mãe da criança, que mora em um município vizinho com os filhos, foi informada dos fatos.

A criança permaneceu internada em observação.

Vizinhos fiquem atentos

A ministra Damares Alves, de Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Governo Jair Bolsonaro, disse em entrevista para a Record News que a quarentena está elevando os índices de abusos sexuais dentro de casa. Antigamente as meninas tinham a escola para fazer denúncias contra os pais, padrastos, tios e pessoas próximas. Agora, elas estão reféns dos abusadores. A ministra pede para quem ouvir criança chorando muito para ligar no Disque 100. Ela comentou que é preferível pecar por excesso do que pela omissão.