Computação de dados da Covid-19 passa por readequação

A Secretaria de Estado da Saúde informa que os dados de casos de COVID-19 desta terça-feira (28) estão em reprocessamento pelas equipes de Tecnologia da Informação e Vigilância Epidemiológica. Mantendo o compromisso com a transparência e com informações corretas e qualificadas, a pasta divulgará os números tão logo haja conclusão dos processos de extração e conferência de dados.

Diariamente, a pasta divulga os dados extraídos a partir dos dois sistemas oficiais do Ministério da Saúde para notificação por parte dos serviços de saúde e municípios: o E-SUS, onde são notificados os casos leves, e o SIVEP, onde são cadastrados os casos graves e óbitos.

Em virtude da inserção de novos campos no sistema SIVEP por parte do Ministério da Saúde, as equipes estaduais estão trabalhando na readequação da rotina de extração das informações deste sistema, uma vez que as alterações impactaram no processo de extração automatizada realizada diariamente pela pasta estadual.

A Secretaria também trabalha na qualificação dos dados, com unificação de registros a fim de evitar duplicidades relacionadas a uma mesma pessoa nos sistemas distintos. As duplicidades podem ocorrer quando o paciente é atendido em duas ou mais entidades de saúde diferentes, evolui de caso leve para caso grave (com cadastros já inseridos no E-SUS que acabam sendo imputados também no SIVEP), ou faz mais de um exame com resultado positivo.

O novo coronavírus é de notificação compulsória e os municípios devem notificar todos os casos e óbitos. As informações, tão logo estas questões sejam solucionadas, serão atualizadas e disponibilizadas para consulta pública no site www.saopaulo.sp.gov.br/coronavírus.

Números de Jundiaí

A Prefeitura de Jundiaí informa que, nesta terça-feira (28), o município contabiliza três óbitos de residentes na cidade causados pelo Novo Coronavírus

Homem, 80 anos, portador de pneumopatia crônica. Foi internado em hospital particular no dia 14/07 e óbito registrado no dia 27/07, já positivo para COVID-19.

Mulher, 61 anos, sem comorbidades registradas. Foi internada no Hospital São Vicente de Paulo (HSV) no dia 07/07 e óbito registrado no dia 27/07, já positivo para COVID-19.

Homem, 67 anos, tabagista, diabético, portador de doença cardiovascular e pneumopatia crônicas. Foi internado no Hospital São Vicente de Paulo (HSV) no dia 19/07 e óbito registrado no dia 27/07, já positivo para COVID-19.

Com estas mortes, a cidade passa a contabilizar 294 óbitos positivos para COVID-19 desde o início da pandemia.

Números de Campinas

A Secretaria Municipal de Saúde atualizou nesta terça-feira, dia 28 de julho, os números da pandemia do novo coronavírus em Campinas. Foram registrados mais 25 óbitos, totalizando 666 mortes em razão da Covid-19.
Das vítimas, 16 eram homens e nove eram Mulheres; três não tinham outras doenças e 22 apresentavam comorbidades. Com relação à faixa etária, 18 tinham mais de 60 anos, sendo que sete tinham mais de 80 anos, quatro de 70 a 79 anos e sete de 60 a 69 anos. Sete das vítimas tinham menos de 60 anos. Dentre eles, há três vítimas entre 50 e 59 anos, uma entre 40 e 49 anos, duas entre 30 e 39 anos e uma de 20 a 29 anos.
O município tem 16.926 casos confirmados da doença (eram 16.263, ou seja, são 663 a mais), 637 em investigação (eram 715, são 78 a menos) e 27.094 casos descartados (eram 25.925, são 1.169 a mais). Também estão sendo investigados 26 mortes.
Do total de casos confirmados, 14.876 pessoas já se recuperaram (eram 14.045, são 831 a mais), 446 estão internadas (eram 465, são 19 a menos) e 938 estão em isolamento domiciliar (eram 1.112, são 174 a menos).
Sobre as vítimas
– Mulher, de 61 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 55 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de julho em hospital público. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 73 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 17 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 71 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 92 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 94 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 60 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 84 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 59 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 82 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 16 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 91 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 75 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 62 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 62 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 66 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 38 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 75 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 35 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 22 de maio em hospital privado. O exame foi clínico epidemiológico.
– Homem, de 65 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 14 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 85 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 23 de junho em hospital privado. O exame foi clínico epidemiológico.
– Homem, de 65 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 28 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 80 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 49 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 58 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
Informações
Todas as informações sobre o novo coronavírus ou Covid-19 podem ser acessadas no endereço covid-19.campinas.sp.gov.br/. Na ferramenta, as pessoas encontram todas as medidas do Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus e também podem tirar dúvidas e ter acesso à atualização dos dados da pandemia em Campinas.