Secretário de Segurança é afastado das funções

A Prefeitura de Campo Limpo Paulista decidiu afastar o secretário de Segurança, Bruno Galvão, depois que o delegado da cidade, Rafael Diório, abriu inquérito para apurar agressão a um rapaz de 19 anos no bairro Altos de Campo Limpo, na tarde do último domingo (02).

No dia dos fatos a Guarda Municipal foi acionada por moradores reclamando da aglomeração de veículos e do uso de cerol por pessoas que estavam empinando pipa.

O rapaz prestou queixa na Delegacia de Campo Limpo. O delegado disse que abriu inquérito e vai apurar as denúncias.

Na noite de domingo o secretário disse ao “Jornal da Região” que interferiu porque o rapaz podia ter tirado a arma de um guarda municipal e as imagens não mostram o que ocorreu antes.

Para a TV Record o rapaz disse que estava indo na casa da namorada e não tinha nada a ver com o que ocorria. Ele pegou o celular para fazer ligação e foi agredido.

Ele disse na Delegacia de Polícia Civil que pretende processar o secretário de Segurança. Para TV Record disse que teme pela sua vida, já que outros guardas municipais podem ir em sua casa.

Nota da Prefeitura

A Prefeitura de Campo Limpo Paulista informa que não compactua com nenhum tipo de violência e que as medidas necessárias para os devidos esclarecimentos com o ocorrido nas proximidades do bairro Altos de Campo Limpo Paulista, serão tomadas respeitando a ampla defesa e o contraditório.

Havia denúncias de aglomeração no local, veículos em alta velocidade, soltura de pipas com cerol e uso de drogas. Foram localizados 284 pipas, 39 carretéis, 16 envólucros de maconha e 06 enpedorfes de cocaína.