Fumas conclui regularização de 103 moradias

As famílias residentes na Vila Nova Esperança podem comemorar a conclusão da última etapa de regularização do empreendimento habitacional de interesse social.

Localizado na Rua Guilherme Augusto Baad, o núcleo conta agora com 103 moradias com títulos de propriedade oficializados através da Lei Federal Nº 13.465/2017, que dispensa o habite-se para construções de interesse social em bairros submetidos à regularização fundiária.

Com a finalização do processo de regularização e a averbação da área construída nas respectivas matrículas, as famílias receberão a propriedade dos imóveis em que residem nos nomes de seus respectivos titulares.

“É sempre gratificante concluir um trabalho de regularização porque é o momento em que a família passa a ter a segurança de morar em seu próprio imóvel”, destacou Solange Marques, superintendente da FUMAS.

Para Solange, a averbação das áreas construídas das unidades habitacionais da Vila Nova Esperança também representa um marco importante para os trabalhos da Fundação: a finalização dos projetos de regularização de interesse social que já estava com o parcelamento regularizado, mas que ainda faltava o acerto em documentação das moradias edificadas sob responsabilidade da FUMAS. “Depois da Vila Palma, Vila Padre Renato e Parque Residencial das Flores I e II, só faltava concluir a Vila Nova Esperança e agora está tudo pronto”, finalizou.