Com apoio do Comandante, PMs prendem ladrões

Dois criminosos foram presos na tarde desta sexta-feira (28), em Jundiaí, após realizarem um roubo na Vila Rio Branco, por volta das 13 horas.

O funcionário de uma empresa saía para depositar um valor de aproximadamente R$ 4 mil em um banco da cidade, quando foi surpreendido por dois criminosos, que estavam em uma motocicleta.

O garupa carregava uma caixa de entregador semelhante aos motoboys que fazem transporte de alimentação. A vítima não desconfiou que eram marginais.

Quando o funcionário entrou em seu veículo, os homens anunciaram o roubo, pedindo o malote.

Diante da negativa de que não existia malote, o criminoso agrediu a vítima com uma coronhada.

O funcionário da empresa percebeu que a arma era de brinquedo e reagiu ao assalto, entrando em luta corporal com os dois criminosos, que tentaram fugir com a motocicleta, sendo impedidos pela vítima, que derrubou a motocicleta no chão.

Os criminosos fugiram e entraram em um veículo C3, preto, que dava cobertura em outra rua.

Uma pessoa viu quando os criminosos entraram no carro e avisou a Polícia Militar da placa do veículo.

Na fuga os criminosos deixaram a motocicleta para trás e o celular de um dos ladrões caiu no chão, sendo pego pela vítima e entregue à Polícia.

Os policiais militares então fizeram buscas em toda região.

Com empenho do comandante do 49 Batalhão, tenente Coronel Yasui, foi possível localizar e abordar o veículo usado na fuga já na cidade de Várzea Paulista.

Os dois suspeitos abordados confessaram o roubo, indicando onde estava escondido o dinheiro e a réplica de arma usada no crime.

Na casa de um dos criminosos os policiais localizaram várias sacolas com diversas porções de drogas.

Diante dos fatos, os homens receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia de Várzea Paulista, onde o flagrante foi apresentado.

Roubo de carga

Também nesta sexta-feira (28) ocorreu um roubo de carga em Jundiaí. Os ladrões fugiram em direção de Campo Limpo Paulista pela estrada do Ivoturucaia e foram presos pela Guarda Municipal de Campo Limpo Paulista. A ocorrência foi apresentada durante a noite na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí.