Candidatos teriam tentado parar a cidade, usando os ônibus

Candidatos a vereador e à presidência do Sindicato dos Motoristas teriam usado os motoristas para paralisar o transporte coletivo em Jundiaí, na tarde desta sexta-feira (04).

De acordo com o que foi apurado pela Prefeitura, uma candidata a vereadora e um candidato a presidente do Sindicato usou de questão que podia ser resolvida em departamento pessoal para convencer os trabalhadores a ficarem de braços cruzados.

Teve de ocorrer intervenção da Prefeitura e das empresas de ônibus, para manter os serviços em operação para a população.

Nota da Prefeitura

A Prefeitura de Jundiaí informa que está em dia com os pagamentos dos subsídios às empresas do sistema de transporte coletivo. Sabe-se, no entanto, que a tentativa de paralisação, na tarde desta sexta-feira (4),  é motivada por uma parcela de colaboradores estimulada pela ala de oposição do sindicato da categoria, em razão de motivações trabalhistas. A critério de informação, convém mencionar que a eleição da nova diretoria do sindicato será no dia 23 de setembro.

Diante da circunstância, técnicos da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) estão, neste momento, no Centro de Controle Operacional, localizado no Terminal Cecap, para acompanhar em tempo real a situação das linhas e reduzir os impactos no atendimento aos usuários.