Cristiano Lopes é apontado como Melhor Vereador de Jundiaí

O vereador Cristiano Lopes é o número um de Jundiaí. Ele foi considerado o melhor parlamentar de Jundiaí, de acordo com a avaliação feita pelo movimento Voto Consciente.

O resultado é fruto da avaliação do Voto Consciente, que acompanha todas as sessões na Câmara, o trabalho dos vereadores fora das sessões e faz uma avaliação de cada um. A avaliação é feita a partir de cinco critérios: presença na internet (transparência).., projetos relevantes, fiscalização do Executivo, presença nas sessões e presença nas comissões.

Na nota final, somatória dos cinco critérios, obteve 9,46 a melhor nota entre os 19 vereadores.

Cristiano Lopes foi o primeiro na em dois dos cinco critérios de avaliação e nos outros três teve excelente avaliação. Ele foi nota 10 em transparência e prestação de contas (presença na internet) e nota máxima na fiscalização do Executivo, uma das funções de um vereador.

Cristiano tirou 9,14 em projetos relevantes, 9,80 em presença nas comissões e em presença na sessões tirou 8,70.

“Esse resultado é um reconhecimento de um trabalho sério e comprometido que me propus fazer desde o momento em que fui eleito.  Sou um vereador da cidade e busco pautar o meu trabalho como um legítimo representante daqueles que querem construir uma cidade melhor para às futuras gerações. Fico honrado com isso e motivado a avançar cada vez mais em conquistas que farão a diferença na vida das pessoas”, explica Cristiano.

Cristiano teve importante participação em momentos chaves da cidade. Em 2020, diante da maior crise sanitária mundial da nossa época,  Cristiano Lopes assumiu a responsabilidade e presidiu a Comissão Especial para acompanhar a situação econômica do município durante a pandemia.

A Comissão deu voz a mais de 15 entidades, associações ou setores, filtrou as informações obtidas nestes encontros e ajudou o Poder Público a criar protocolos utilizados na retomada da atividade econômica. Todas as reuniões foram transmitidas ao vivo, com total transparência.

Em 2019, Cristiano Lopes também presidiu a Comissão Especial de Estudo de propostas de alterações do Plano Diretor. Foram seis meses de trabalho com cinco reuniões públicas promovidas e a entrega de um relatório que elencou as prioridades discutidas e que deveriam estar no plano revisado: disponibilidade hídrica, mobilidade urbana e geração de emprego e renda.

Na Câmara, fez um mandato participativo e de portas abertas, procurando dar voz ao munícipe e assim, enxergar os problemas da cidade com um novo olhar, buscando atuar na construção de novas soluções. Dessa forma, atuou fortemente nos cuidados a primeira infância e na garantia dos direitos das crianças. Foi autor também da Emenda à Lei Orgânica nº78/2019, visando a criação de uma cidade mais segura para todas as mulheres.

Reconhecido por sua atuação na área de esporte, com importantes projetos elaborados, Cristiano também atuou na geração de emprego e renda, tendo aprovado projetos que já impactam positivamente em nossa economia local, com a criação da Política Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Política Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. A causa animal também ganhou um grande defensor e ele já tem algumas leis aprovadas e bons projetos apresentados sobre o tema

Avaliação – O Movimento Voto Consciente Jundiaí está há 14 anos em Jundiaí trabalhando de forma apartidária e voluntaria para fomentar a participação política do cidadão e acompanhar e avaliar o legislativo municipal.

Na avaliação dos vereadores, voluntários acompanham presencialmente as sessões da Câmara e fazem anotação em uma planilha que reúnem os critérios utilizados para avaliar o desempenho de cada vereador.

O primeiro critério é relevância do projeto. Nele é avaliado o impacto que o projeto tem na vida do jundiaiense. É descartado projetos de denominação de ruas ou inclusão de datas no calendário municipal.

O segundo critério avaliado é fiscalização do executivo, um dos papeis importantes que o vereador tem que exercer. É avaliado o número de requerimentos e pedidos de informações feitos pelos vereadores ao Executivo.

O terceiro critério é a presença nas sessões. É avaliado  quais vereadores permaneceram até o final das sessões e mais votaram nas votações nominais

O quarto critério é a presença na internet. É avaliado se o vereador tem um perfil ativo nas redes sociais, interage com a população e utiliza esse perfil para prestar contas para a população e com, que frequência atualiza suas redes.

O quinto e último critério é a presença dos vereadores nas comissões temáticas. É avaliado quais trabalhos são desenvolvidos por eles, a presença deles e como são desenvolvidos esse trabalho nestas comissões temáticas que discutem temas específicos sobre a cidade.