Guarda prende marido que bateu por dois dias na esposa

Os guardas municipais de Campo Limpo Paulista, Adão, Amorim, Gomes e Queiroz prenderam um marido que agrediu por dois dias a esposa e a impediu de sair de casa.

Acionados pelo Controle da Guarda, a equipe foi para atendimento de ocorrência de Violência Doméstica, no bairro São José.

Segundo a denúncia ocorria, desde a noite do domingo, agressão física e ameaça de morte contra uma mulher de 32 anos.

A informação dava conta de que, durante toda noite, o marido, desconfiado de uma traição, espancava sua esposa e a proibia de sair da residência com os dois filhos menores.

Com a chegada dos agentes, o guarda Adão passou a dialogar com o agressor e percebeu os graves ferimentos da vítima.

Diante da situação foi dada voz de prisão ao agressor. Ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia.

A vítima foi socorrida ao Hospital de Clínicas, onde constatou diversas lesões e escoriações por todo corpo.

Autoridade Policial, Rafael Diorio Costa, ratificou a voz de prisão em flagrante, onde encarcerou o agressor e assim o autor permanecerá à disposição da Justiça.