Encontro no meio do mato resultou em queimada

O que era para ser um encontro e acampamento no meio do mato, na Serra do Japi, em Jundiaí, entre um desenhista da Capital e uma jovem de Sumaré, quase termina em grande tragédia para a reserva florestal.

O desenhista de 26 anos disse na Polícia Civil, ao delegado Felipe Carbonari, que foi acampar e na hora de acender uma fogueira para esquentar a comida, as chamas se espalharam e ele perdeu o controle. O resultado foi uma área de 40 mil metros quadrados queimada na região do Parque Eloy Chaves entre a tarde e a noite de segunda-feira (28).

O rapaz contou que para entrar no Sítio Ibitira ele quebrou um cadeado de portão que cerca a propriedade.

O delegado determinou a realização de boletim de ocorrência.

O subinspetor da Guarda Municipal, Darlei Antônio, mobilizou 10 homens da Guarda Florestal de Jundiaí e contou com o apoio de mais três soldados do Corpo de Bombeiros, para apagar as chamas e evitar que se espalhasse pela mata à dentro.

Foram queimados 40 mil metros quadrados de vegetação nativa.