Tarifa da energia elétrica fica mais cara nesta semana

A CPFL Piratininga, distribuidora do Grupo CPFL Energia que atende 27 municípios do interior de São Paulo e Baixada Santista, informa que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou, na terça-feira (20), o reajuste tarifário anual da concessionária, que entra em vigor a partir desta sexta-feira (23).

Neste ano, a tarifa terá um acréscimo médio de 9,82%, sendo 11,27% médios para os consumidores ligados à alta tensão (indústrias e grandes comércios) e 8,95% médios para os de baixa tensão (residências e pequenos comércios).

Para o cálculo das tarifas, a ANEEL considera a atualização de custos com a compra de energia, com sistema de transmissão e com a distribuição da energia elétrica, assim como com os encargos setoriais, conforme regras estabelecidas para o setor.

Neste ano, os principais fatores que levaram a esse resultado foram o aumento dos valores não gerenciáveis pela distribuidora, como dos encargos setoriais, previstos em lei, do custo de geração de energia por conta da contínua alta da taxa dólar e dos custos de transmissão pela incorporação de novas instalações no sistema integrado brasileiro. Um instrumento que auxiliou que o valor não fosse ainda mais alto foi o aporte da CONTA-COVID. Sem tal recurso, os efeitos médios poderiam superar a marca dos 15% para todos os consumidores.