PM prende suspeito de latrocínio contra empresária

Policiais militares de Jundiaí prenderam um suspeito de ter participado do latrocínio contra a empresária do ramo de tecelagem de Várzea Paulista, Marilda de Fátima Vieira Raphael, de 58 anos. Ele já possuí passagens criminais por adulteração de motos.

A empresária seguia pelo viaduto da Rodovia Edgard Máximo Zamboto na noite de quarta-feira (25), quando foi abordada por marginais, que tinham acabado de roubar a moto Fazer de um outro homem, instantes antes.

O garupa desceu da moto, encostou a arma na nuca da vítima e deu um tiro, pegando a moto em que ela estava como garupa, a bolsa e demais pertences.

A moto que está sendo procurada pela Polícia é uma Tiger 1.200, preta, placa azul FWM 6B08, de Jundiaí.

Marilda “Romaleke”, como era conhecida, foi socorrida até o Hospital da Cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Equipes das polícias Civil, Militar, Rodoviária e Guarda Municipal passaram a fazer diligências, na tentativa de localizar os criminosos.

A Polícia Técnica foi acionada para colher impressões digitais da moto Fazer que os criminosos roubaram instantes antes.

Eles abandonaram essa Fazer ao roubarem a Tiger.

Ivoturcaia

A equipe do sargento Johnney, soldados Jorge e Gonçalves, do 49º Batalhão da PM de Jundiaí foi para o bairro do Ivoturucaia e ao tentar abordar um suspeito, ele passou a correr e fugiu pelos telhados das casas.

No local foi encontrada a chave da moto Tiger 1.200 da vítima, celular e demais pertences.

O homem que estava na casa possuí passagens por adulteração de sinais de moto.

Um menor de idade que correu ao perceber a presença da PM foi apreendido.

Dentro da casa os PMs também localizaram uma motocicleta Honda/CG, que ostentava a placa de outra motocicleta.