Tromba d’água provoca alagamentos em Várzea Paulista

O temporal do final da tarde desta sexta-feira (27), com granizo e muita água, provocou alagamentos em vários pontos da cidade de Várzea Paulista. Pela formação de nuvens das fotos enviadas pelos leitores do “Jornal da Região”, a cidade recebeu a chamada “tromba d’água”. O gestor de Infraestrutura do município, Renato Germano, disse que nunca viu nada igual. As equipes da Prefeitura já estavam de prontidão para ajudar a população, juntamente com os bombeiros voluntários.

Foto de Clebson Pelegrino

Foto da leitora Gabi

 

Na avenida Eduardo de Castro, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), houve transbordamento do córrego e nenhum carro passava. Mais uma vez os moradores sofreram com alagamento de suas casas às margens do córrego.

Na avenida Bertioga também houve pontos de transbordamento. Mas assim que as chuvas fortes pararam houve escoamento das águas, atingindo o limite das cabeceiras.

Na Vila Cristo Redentor, que é uma região alta da cidade, houve alagamentos de ruas, sem condições de tráfego de veículos.

O pátio da Prefeitura de Várzea Paulista também ficou alagado, impressionando os funcionários, que nunca viram nada igual.

 

O campo do Marajó foi outro ponto da cidade de Várzea Paulista onde as imagens impressionavam. Parecia um piscinão.

Uma leitora também informou que a sua casa virou uma cachoeira com tanta água que caiu na rua Acácia Mimosa, no Jardim Bertioga. As águas desciam pelas paredes e pelas tomadas. A rua parecia um grande rio.