MPT convoca Prefeitura para esclarecer intervenção em hospital

O Ministério Público do Trabalho (MPT) convocou a Prefeitura de Itupeva para esclarecer como é que fica a situação dos trabalhadores do Hospital Nossa Senhora Aparecida.

Em dezembro, devido à uma série de irregularidades, a Prefeitura fez intervenção, afastando a Associação Paulista de Gestão Pública (APGP) do gerenciamento da instituição.

Agora os trabalhadores fizeram reclamação no Sindicato da Saúde, porque querem saber como fica a situação trabalhista e possíveis indenizações. O hospital tem cerca de 120 funcionários.

Segundo um trabalhador, a APGP deu baixa nas carteiras, mas não receberam indenizações trabalhistas. Situação semelhante à que ocorreu em Itu, com encerramento de contrato com a gestora de hospital.

O Ministério Público convocou a Prefeitura para prestar esse e outros esclarecimentos, além de tentar uma negociação.

A audiência foi marcada para ocorrer nesta quinta-feira, dia 14, às 14 horas, em Campinas.