‘Roda de Conversa’ virtual debate importância de Reservas Biológicas

Organizada pela Fundação Serra do Japi, a ‘Roda de Conversa – A importância das Reservas Biológicas de Vida Silvestre no Brasil’ reuniu, na tarde da última segunda-feira (11), personalidades e estudiosos sobre o tema não só de Jundiaí como de várias outras regiões. A intenção do órgão municipal é manter agenda constante para debates e trocas de experiências sobre o Meio Ambiente.

O encontro também serviu para a comemoração dos 30 anos da lei que instituiu a Reserva Biológica da Serra do Japi, em Jundiaí (Lei 3.672, de 10 de janeiro de 1991). “A roda de conversa foi um sucesso. Tivemos muitas perguntas que foram enviadas previamente. Desta forma pudemos separar por temas. Os questionamentos também indicaram outros pontos importantes de interesse da sociedade, representantes da sociedade local, moradores, membros dos conselhos municipais, alunos de diferentes instituições superiores de áreas afeitas ao tema que muito contribuem para o enriquecimento dos debates e divulgação do conhecimento sobre a Serra do Japi”, salienta a superintendente da Fundação, Vânia Plaza Nunes.

encontro contou com a participação de palestrantes como Dr. João Vasconcelos (Unicamp), Mário Mantovani (SOS Mata Atlântica) e Dra. Patrícia Morelatto (Unesp Rio Claro). De acordo com a superintendente da fundação municipal de Jundiaí, o encontro reuniu pesquisadores de diferentes regiões e de universidades de vários estados, em especial Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. “A troca de experiências sobre a condução das Reservas Biológicas é importante, para que todos possam avançar com experiências bem sucedidas”, explica.

A intenção é manter agenda frequente de encontros virtuais sobre temas relacionados com Meio Ambiente e preservação ambiental. As agendas serão divulgadas pelo portal da Prefeitura de Jundiaí e pelo site da Fundação Serra do Japi.