Dono de bar flagrado com arma, drogas e caça-níquel

O sargento Freitas, soldados Gabriel Dias e Eron, com apoio do cabo Bruno e soldado Jacson foram acionados para um bar de Campo Limpo Paulista.

Denúncia feita ao 190 dava conta de uso de máquina caça-níquel.

Pelo local foi localizada a máquina e realizada abordagem aos indivíduos que estavam no bar, nada de ilícito foi encontrado. Porém, em busca na parte interna do balcão a equipe encontrou um revólver calibre 22 da marca Rossi com a numeração suprimida e municiado com 4 munições, além de 6 (seis) eppendorfs com sustância branca aparentando se cocaína.

O proprietário do estabelecimento foi questionado quanto à arma e as drogas e este logo informou que era o dono da arma e as drogas era pra consumo próprio.

Diante dos fatos foi acionada equipe da perícia técnica e um agente da delegacia de Campo Limpo que foram ao local.

Posterior da apreensão da mídia e o noteiro da máquina pela perícia, a equipe da PM se deslocou até a delegacia onde o delegado de plantão tomou ciência e determinou a prisão do dono do bar para a carceragem.