Jundiaí atinge 84% de ocupação dos leitos

A Prefeitura de Jundiaí divulgou no boletim epidemiológico desta segunda-feira (01) que a cidade alcançou 84% de ocupação dos leitos hospitalares na rede pública e 77% das privadas. O índice é considerado crítico, segundo alguns secretários de saúde do País, que defendem o ‘lockdown’ em municípios com esse pico.

Na última sexta-feira o prefeito Luiz Fernando Machado já havia pedido para o Hospital São Vicente de Paulo a criação de mais 16 leitos, para atender a demanda que é crescente. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, estamos passando pela pior fase da pandemia, com aumento de 15% de casos em relação ao número mais alto do ano passado.

A direção do Hospital São Vicente de Paulo está conversando com outros hospitais, para verificar a possibilidade de locação de leitos para atender o aumento do número de internações.

Mortes

Jundiaí chegou a 616 vidas perdidas para o vírus, desde o início da pandemia há um ano. O bairro do Jardim do Lago é o que tem maior número de mortes, sendo 44 até agora. O Cecap vem em segundo, 26 e o Anhangabaú em terceiro, com 25.

Desde a zero hora desta segunda-feira (01) Jundiaí – que faz parte da Diretoria de Saúde de Campinas – regrediu para a Fase Laranja, com restrições de 40% nos comércios e shoppings, além da proibição de funcionamento de bares. Um decreto foi assinado pelo prefeito Luiz Fernando Machado, definindo o que pode e não pode abrir na cidade. Clique aqui