Lojas podem fazer entregas na porta

O Estado de São Paulo saiu da fase emergencial e voltou para a Fase Vermelha a partir desta segunda-feira (12). Com isso as lojas e shoppings podem fazer as entregas na porta – sem acesso ao interior pelo público.

A medida, anunciada pelo Governo do Estado na sexta-feira, vigora em todos os municípios paulistas até o dia 18 de abril.

As restrições ao atendimento presencial permanecem nesta nova fase vermelha.

A principal mudança para o setor de comércio e alimentação é a permissão da retirada dos produtos (take away) pelos clientes em estabelecimentos de shoppings, de rua, bares, restaurantes e outras atividades.

Pelo anúncio as alterações são:

  • Comércio e alimentação: permitida a retirada dos produtos (take away) pelos clientes em estabelecimentos de shoppings, comércio de rua, bares, restaurantes e outras atividades
  • Materiais de construção: permissão de atendimento presencial
  • Serviços não essenciais: restrição ao atendimento presencial
  • Celebrações religiosas coletivas: proibidas
  • Toque de recolher: das 20h às 5h
  • Teletrabalho: obrigatório para todas as atividades administrativas
  • Escolas públicas e particulares: podem voltar a receber 35% dos alunos por dia (sem a obrigatoriedade da presença)