Mesmo com agendamento de horário muitos idosos correm para a fila da Vacina

Centenas de idosos compareceram na porta da Igreja Santo Antônio, no bairro do Anhangabaú, em Jundiaí, para tomar a primeira dose da vacina contra o Coronavírus. Na manhã desta terça-feira (13) foram realizadas vacinações para maiores de 67 anos.

Segundo a Prefeitura os idosos não precisam chegar horas de antecedência para a vacinação, porque é tudo agendado. E só devem comparecer as pessoas com os nomes confirmados e com o horário.

Às 11 horas já tinha gente na fila para tomar a vacina das 14 horas. A Prefeitura informa que não há necessidade, porque a partir do agendamento a vacina já está reservada para a pessoa.

Ainda nesta terça-feira a Prefeitura programou das 17 às 19 horas a vacinação drive thru no Parque da Uva, com entrada pela Avenida Manoela Lacerda Vergueiro, para a segunda dose de quem tem mais de 72 anos. Só podem aparecer para a vacinação as pessoas que fizeram agendamento e de carro. Quem estiver a pé não pode entrar no Parque da Uva.

Outro detalhe para quem tem mais de 72 anos e vai tomar a segunda dose, é que só pode tomar se a primeira foi aplicada até o dia 22 de março.

Já no Centro Esportivo Dal Santo a Prefeitura está aplicando a vacina para professores e profissionais da Educação com mais de 47 anos.

A vacina para os profissionais do setor e autorizados pela Secretaria de Estado da Educação prossegue nesta quarta-feira (14), somente para quem já realizou o cadastro no site Vacinajá/Educação do Governo do Estado e fez o agendamento. É necessário aguardar a confirmação por um e-mail válido, que vai gerar QR-Code.

A coordenadora da EMEB Assumpta Segantim Negri, Viviane Tramontina Torso elogiou o sistema para a vacinação.

“O agendamento foi rápido e a organização aqui no no Centro Esportivo está ótima. A vacinação significa um recomeço para nós educadores”, disse.

É importante salientar que os profissionais devem levar, no dia da vacina, os documentos necessários.

“Lembramos que os educadores devem comparecer munidos do QR code emitido pelo Vacinajá e documento pessoal com foto. Pedimos a colaboração de todos”, explica a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Maria do Carmo Possidente.

Alguns profissionais da Educação só preencheram o cadastro no site do Governo do Estado e correram para o Centro Esportivo, sem aguardar a confirmação do agendamento e perderam a viagem.

Nota da Prefeitura

A Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) informa que na manhã desta terça-feira (13), na Paróquia Santo Antonio, houve aumento no tempo de atendimento por conta do não respeito aos horários agendados previamente. Outra situação foi a instabilidade do sistema de registro de doses, Vacivida/VacinaJá. Nesse contexto, é essencial que a população compareça com o cadastro já realizado no sistema do estado (VacinaJá).
Também vale destacar que o usuário deve manter o horário agendado e não comparecer antes. Nesta terça, pessoas agendadas para o período da tarde, buscaram pelo atendimento no período da manhã, causando fila.