Estado de SP registra aumento de casos de estupros

O Estado de São Paulo teve 82 casos de estupro a mais em março deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado, o que representa aumento de 8,6%. Foram 953 ocorrências em março de 2020 e 1.035 no mês passado. As estatísticas criminais foram divulgadas na tarde desta sexta-feira (23) pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP). Na região de Jundiaí o último registro é de uma jovem de 24 anos, próximo da DHL em Louveira.

Já os homicídios dolosos – aqueles com intenção de matar – tiveram queda de 17,1% nos casos e de 16,2% nas vítimas – os totais passaram de 286 para 237 e de 297 para 249, respectivamente, no mesmo período. No indicador de vítimas de mortes intencionais, o resultado é o menor da série histórica do período, iniciada em 2001, segundo a secretaria.

Com as variações, as taxas dos últimos 12 meses (de abril de 2020 a março de 2021) ficaram em 6,42 casos e 6,75 vítimas de morte intencional para cada grupo de 100 mil habitantes.

Crimes contra o patrimônio
Os números de casos e de vítimas de latrocínio – roubos seguidos de morte – caíram igualmente de 18 para 16 no período. Nos roubos em geral a redução foi de 15,3%, passando de 20.530 para 17.396, e nos roubos de veículos a queda foi de 19,6%, passando de 3.181 para 2.556. As quantidades atingidas nesses dois indicadores de roubo são as menores da série histórica.

O indicador de extorsão mediante sequestro ficou zerado em março, pela primeira vez para este mês desde o começo da série histórica em 2001.

Com diferença de cinco ocorrências, os roubos de cargas passaram de 580 para 575 – recuo de 0,9%. Já os roubos a banco passaram de quatro boletins de ocorrência contabilizados no terceiro mês do ano passado, contra dois em março de 2021.

Já os furtos de veículos subiram de 5.792 para 6.280 casos, enquanto os furtos em geral apresentaram diminuição de 41 ocorrências – foram 33.057 registros no mês passado e 33.098 em março de 2020 (-0,1%). A soma é a menor da análise histórica do período.

As polícias paulistas em todo o Estado realizaram, em março, 12.865 prisões e apreenderam 1.048 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 3.625 flagrantes por tráfico de entorpecentes.

Edição: Aline Leal / Agência Brasil