Leitoras reclamam de água suja em Várzea e Campo Limpo

Leitoras dos “Jornal da Região” voltaram a reclamar da qualidade da água fornecida pela empresa Sabesp nas cidades de Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista, durante o dia desta segunda-feira (10).

A leitora Cintia Luiz Rossanelli, moradora na Vila Indaiá, em Várzea Paulista, enviou foto de como estava a água na máquina de lavar roupas às 12 horas.

“Gostaria que o jornal mostrasse aí o estado que a Sabesp está fornecendo a água. Isso por que não pagamos barato”, disse Cintia.

Já em Campo Limpo Paulista, Márcia Rodrigues, do bairro São José 1, também reclamou da qualidade da água fornecida nesta segunda-feira.

As reclamações contra a Sabesp se tornaram quase diárias, desde a semana passada.

Kátia Brites reclamou que ficou sem água dois dias no Parque Internacional, em Campo Limpo Paulista e nenhum comunicado foi feito pela Sabesp.

A Sabesp tem orientado a população a ligar no telefone 0800 055 0195, para que um funcionário faça vistoria na rede, informando nome completo, código do cliente e endereço.

A água na casa da dona Cintia, da Vila Indaiá, em Várzea Paulista, nesta segunda-feira (10)

A cor da água na casa de Márcia Rodrigues, da Vila São José, em Campo Limpo Paulista, nesta segunda-feira (10)