Quadrilha simula acidente e pratica sequestro e roubo em Jundiaí

Uma quadrilha rendeu um comerciante e uma psicóloga de Jundiaí nas proximidades do semáforo da rua Castro Alves com a Avenida Frederico Ozanan, no bairro da Ponte São João.

Os marginais estavam em um Citrôen C3 e bateram na traseira do Creta dirigido por uma das vítimas.

Ao descerem para verificar o que estava ocorrendo, foi anunciado assalto.

Os marginais tomaram a direção do carro em que as vítimas estavam.


Eles seguiram com as vítimas como reféns até o trevo do bairro Rio Acima, na Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, parando em um matagal.

Lá, mediante ameaça com arma de fogo exigiram os cartões bancários das vítimas e as respectivas senhas.

No local obrigaram uma das vítimas a fazer PIX de R$ 3.500,00 para a conta de um terceiro.

Depois eles saíram e passaram a fazer saques e compras nos cartões bancários, deixando um “guarda” das vítimas que estavam em cativeiro.

Após terminar as “transações bancárias”, o assaltante com automóvel Creta retornou ao matagal e pegou as vítimas, as abandonando em uma rua de terra que liga o bairro do Caxambu ao Jardim Tarumã.

As vítimas narram que seguiram a pé até o batalhão da Policial Militar no Bairro do Caxambu, onde foram atendidas pelo policial de plantão que as encaminhou até a Delegacia de Polícia Civil da Avenida Nove de Julho.

O delegado do Plantão, Roberto Souza Camargo Júnior, requisitou que o caso fosse atendido com prioridade pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Os bandidos levaram o Creta, placas EGX 1850, prata. Quem tiver informações pode ligar no telefone 190 da Polícia Militar ou no 153 da Guarda.

Esse é o quarto roubo de veículo com retenção de vítimas para saques bancários em uma semana na região de Jundiaí.

Nesta semana a Força Tática do 49º Batalhão já havia identificado e prendeu um integrante de bando que reside na Vila Real, em Várzea Paulista e confessou que ele e os comparsas vinham praticando assaltos semelhantes em Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista e Cajamar.

 

%d blogueiros gostam disto: