Prefeitura divulga trabalhos literários de autores da cidade

Além das mesas de entrevistas com escritores e das oficinas literárias virtuais, a 2ª Festa Literária de Jundiaí (FLIJ) traz em seu site uma página especial para que autores e autoras da cidade divulguem seus livros ou e-books.

CONFIRA A PÁGINA

A página conta com cerca de 100 obras literárias publicadas por mais de 50 autores que se inscreveram. Além da capa e das informações como classificação etária, ano de publicação, Gênero literário e sinopse, os interessados também encontram os contatos de telefone, WhatsApp e e-mail caso queiram adquirir os materiais.

Para o gestor da Unidade de Gestão de Cultura (UGC), Marcelo Peroni, o objetivo da iniciativa é de valorizar e divulgar a produção local. “Em nossas políticas públicas, neste caso para a literatura, consideramos muito importante identificar quais e quantos são os escritores locais e dar maior visibilidade à sua produção. Assim fomentamos o seu trabalho e a população fica sabendo do tem sido produzido na cidade”.

A 2ª FLIJ é uma realização da UGC com o apoio da TVTEM e a parceria com o Conselho Municipal de Política Cultural de Jundiaí (CMPC).

Rapaz de máscara, sentado em banco de praça, segurando e lendo livro, com vegetação ao fundo.
Site da Festa contém página especial com as divulgações das obras de autores e autoras da cidade

Programação
A FLIJ vai até este domingo (30). Nesta quinta (27), está programada para as 19h30 a entrevista com os autores Cacau Braga, Carime Pinhatti, Victor Almeida e Mell Ferraz com o tema “Booktubers – A literatura através das mídias sociais”.

Nesta sexta (28), logo às 15h30 tem a oficina literária virtual sobre “Como publicar seu livro?”, com João Varella, e, a partir das 19h30, a entrevista com os autores jundiaienses Davi Simão Junior, Guilherme Rueda, Hildon Vital de Melo, Mara Lígia Biancardi e Priscila Modanesi.

No sábado (28), às 10h, tem a entrevista com Francesco Tonucci, sobre “O protagonismo da criança, sua formação e sua relação com a cidade”; às 15h, a entrevista com Ilan Brenman, sobre “A literatura contemporânea infantil e juvenil”; às 17h, a oficina literária virtual sobre “Cenários Invisíveis – Foto/literatura/jornalismo”, com João Correia Filho; e às 19h, a entrevista com Mel Duarte, sobre “Slam, poesia e performance da resistência”.

Encerrando a programação, no domingo (30), estão programadas a entrevista com Lia Crespo, às 10h, sobre “A inclusão através da literatura infantil”; às 17h, a entrevista com Thiego Novais, sobre “Harry Potter, 20 anos de magia”; e às 19h, a entrevista com Thalita Rebouças, sobre “Literatura e comunicação com o universo juvenil”.

Toda a programação pode ser conferida no site da Festa e nos canais da Unidade de Gestão de Cultura (UGC) no Facebook YouTube.