Louveira abre cadastro de vacinação contra Covid-19 para novo grupo

A Prefeitura de Louveira abre a partir desta segunda-feira (7) o cadastro eletrônico de vacinação contra Covid-19 para pessoas com idade entre 18 e 29 anos com deficiência permanente que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) e para moradores que apresentam uma ou mais doenças crônicas (comorbidades) definidas pelo Ministério da Saúde (verifique a lista abaixo).

Para realizar o procedimento, os grupos liberados devem primeiramente fazer o cadastro no Vacina Já (CLIQUE AQUI). Em seguida, devem acessar o site www.louveira.sp.gov.br, clicar no ícone “Vacina Covid-19”, localizado no topo da página principal, e fornecer o número do Cartão Cidadão e data de nascimento para ter acesso ao formulário.

Ao fim do cadastro, após escolher a unidade em que deseja ser imunizado, o morador receberá uma mensagem informando que a Secretaria de Saúde entrará em contato para agendar o dia e horário de vacinação.

Alerta

Devido ao grande número de cadastros realizados na UBS do Centro, a espera nesta unidade de saúde tende a ser maior. Por isso, a Secretaria de Saúde orienta os moradores a indicarem outras UBSs no ato do cadastro.

Caso pertença a um dos grupos e já tenha feito a inscrição no Vacina Já, CLIQUE AQUI para realizar o cadastro no site da Prefeitura.

Para mais informações, basta entrar em contato com a Secretaria de Saúde pelo telefone (19) 3948-5322.

Orientações

Para receber as doses, qualquer pessoa com comorbidades e que integre os grupos anunciados deve apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica. Os cadastros previamente existentes em Unidades Básicas de Saúde (UBS) também podem ser utilizados.

Já as pessoas com deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

  • Doenças Cardiovasculares
    • Insuficiência cardíaca (IC)
    • Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
    • Cardiopatia hipertensiva
    • Síndromes coronarianas
    • Valvopatias
    • Miocardiopatias e Pericardiopatias
    • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
    • Arritmias cardíacas
    • Cardiopatias congênitas no adulto
    • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
    • Diabetes mellitus
    • Pneumopatias crônicas graves
    • Hipertensão arterial resistente (HAR)
    • Hipertensão arterial – estágio 3
    • Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
    • Doença Cerebrovascular
    • Doença renal crônica
    • Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).
    • Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
    • Obesidade mórbida
    • Cirrose hepática

Hipertensão

Apesar de aparecer entre as doenças crônicas listadas pelo Ministério da Saúde, a Hipertensão tem gerado dúvidas nos moradores que possuem a comorbidade. A Secretaria de Saúde de Louveira alerta os pacientes hipertensivos que para receber a vacinação é preciso apresentar um dos quadros de saúde abaixo:

Hipertensão Arterial Resistente (HAR)

Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos anti-hipertensivos.

Hipertensão arterial estágio 3

PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade.

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade.

Com informações da assessoria de imprensa