Jovem causa engavetamento na Avenida Jundiaí. No DP, o namorado dela enfrenta cinco policiais

Uma jovem de 20 anos, moradora na Vila Popular, em Várzea Paulista, causou um engavetamento na Avenida Jundiaí, em frente ao número 840, pista sentido da Via Anhanguera, na noite de segunda-feira (14).

Na Delegacia, o namorado dela, um analista de 34 anos, dono do carro, se revoltou ao saber que o veículo seria recolhido ao pátio do guincho e passou a atacar os policiais do Plantão da Polícia Civil, um guarda municipal e soldados da Polícia Militar.

A jovem que dirigia o Jetta pertencente ao namorado não sofreu ferimentos. Mas causou danos a outros veículos. Foram três carros e uma moto no engavetamento.

Viaturas do Corpo de Bombeiros, dos Agentes de Trânsito da Prefeitura de Jundiaí e da Polícia Militar foram destacadas para o local.

Diante da suspeita de embriaguez da jovem motorista, ela foi conduzida ao Plantão da Polícia Civil, onde concordou em ceder sangue para exame de dosagem alcóolica.

Confusão no DP

Quando o boletim de ocorrência havia sido encerrado, o dono do carro foi avisado que o seu veículo seria guinchado para o pátio da Polícia Civil, para perícia da Polícia Científica.

Revoltado, ele começou a desferir palavras de baixo calão contra os policiais civis.

A namorada dele foi embora do DP com um amigo. Mas o analista continuou atacando os policiais, agredindo uma policial civil que teve de ser socorrida à Unimed.

Depois, ele pegou um telefone celular pertencente ao 11º Batalhão da Polícia Militar e quebrou o aparelho, jogando-o ao chão.

Os policiais militares tiveram de usar a força física para imobilizar o analista. Mesmo assim, bastante alterado, ele começou a bater a própria cabeça contra o chão, tendo de ser socorrido ao Hospital São Vicente de Paulo.

Após atendimento médico a delegada do Plantão da Polícia Civil, Lucimara Taveira Bittencourt, determinou a prisão do analista para a Cadeia de Campo Limpo Paulista, onde ele deverá aguardar a audiência de custódia durante no Fórum de Jundiaí.

A Polícia Militar vai mover processo contra o autor, para pagamento de um celular novo ao Batalhão e por dano ao patrimônio público.

 

 

Vídeo do local do acidente enviado pelo leitor do “Jornal da Região”, Jonas Dede

%d blogueiros gostam disto: