DEBEA atende denúncia de cachorro idoso abandonado

O Departamento de Bem-Estar Animal (DEBEA), órgão ligado à Unidade de Gestão Planejamento Urbano e Meio Ambiente, tem por objetivo reduzir o excedente populacional dos animais, aumentar o número de lares responsáveis e atua constantemente para ampliar a conscientização do não abandono de animais, uma prática que é crime.

Na última semana, o Departamento recebeu a denúncia de que um cachorro idoso, com necessidades de atendimento veterinário havia sido abandonado. “É importante lembrar que o DEBEA não é um abrigo permanente de animal abandonado e sim um espaço de transição onde os animais sem tutores identificados ficam durante o período que precisam de cuidados veterinários. Alertamos a população que, ao presenciar um abandono ou maus tratos, façam a denúncia sobre a ação criminosa”, explica a diretora do Departamento, Daniela Araújo Passos.

O animal foi encontrado na região da Cidade Nova, pela munícipe Sandra Fatima da Silva. Ela conta que percebeu que o cachorro estava sozinho, perguntou para as pessoas da região se alguém conhecia o tutor e percebeu que ele tinha sido abandonado. “Ele ficava girando no mesmo lugar e quando tentava sair, batia a cabeça nas árvores e em outros lugares. Perguntei até para as crianças que brincavam por perto se elas sabiam de quem era o cachorrinho, mas eles também falaram que o animal estava sozinho, andando pelas ruas há algum tempo”, contou Sandra.

O cachorro foi recolhido pelo DEBEA por precisar de cuidados veterinários e não ter o tutor identificado e agora aguarda adoção. “O abandono já é crime, quando é de um animal que não consegue nem procurar por alimento, água e ter o mínimo de segurança é uma crueldade ainda maior. Estamos procurando um lar responsável, pois um animal cego precisa estar ambientado ao espaço para identificar todos os ambientes para poder se movimentar. No DEBEA isso não é possível por conta da presença de outros animais. Esperamos encontrar um tutor que faça uma adoção responsável, que possa cuidar desse animal que está sem problemas de saúde, apenas a falta de visão”, comenta Daniela.

Os interessados em adotar o cachorro podem entrar em contato com o DEBEA pelo telefone (11) 4582-2649.