AutoBAn orienta motociclistas sobre riscos do ponto cego

Com o objetivo de orientar os motociclistas sobre o ponto cego dos veículos, principalmente de carretas e caminhões, CCR AutoBAn, em parceria com a Yamaha Motor do Brasil e Polícia Militar Rodoviária, realiza nesta quarta-feira, 22 de setembro, ação de conscientização sobre direção segura. Levantamento realizado pela CCR AutoBAn na região de Jundiaí do Sistema Anhanguera-Bandeirantes aponta que cerca de 35% das vítimas fatais envolve motociclistas.

Durante a campanha, que acontece das 8 às 16h na praça de pedágio de Itupeva, no km 77 da pista norte – sentido interior- da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Itupeva, colaboradores da concessionária que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, instrutores da Yamaha Motor do Brasil e policias militares rodoviários irão demonstrar aos motociclistas as áreas de ponto cego dos veículos, a partir de exemplos teóricos e práticos. “Nós também vamos estacionar um guincho pesado da concessionária e sinalizar ao redor dele os pontos cegos do veículo. Iremos convidar os motociclistas participantes a interagir com a sinalização, a partir do ponto de vista do condutor do caminhão e do próprio motociclista”, explica João Moacir da Silva, coordenador de tráfego da CCR AutoBAn.

Além disso, mecânicos da Yamaha irão fazer um check up das motocicletas dos participantes, que também receberão um vale troca de óleo.

Outras orientações

Segundo o coordenador de tráfego da CCR AutoBAn, a condução de motocicletas em rodovias exige do motociclista atenção e cuidado redobrados. Fatores como velocidade maior em relação ao ambiente urbano e o tráfego de veículos pesados, como caminhões e carretas, requerem que o motociclista adote o comportamento seguro, de maneira a permitir que o condutor de motocicletas antecipe eventuais situações de risco e, assim, possa evitar acidentes. Entre as medidas, destaca o coordenador, estão o respeito à velocidade da via e o posicionamento da motocicleta nas faixas de rolamento. “O motociclista deve evitar trafegar pelo corredor. Este tipo de prática dificulta que veículos maiores, como caminhões e carretas, possam enxergar a motocicleta, o que aumenta o risco de acidentes”, explica. “Se o motociclista sofrer uma queda – além dos ferimentos decorrentes dela – poderá ser atropelado por outros veículos. Por isso, sempre reforçamos a orientação do ver e ser visto, que no caso daqueles que utilizam motocicletas, é de fundamental importância”, completa.

Além da orientação sobre o ponto cego, haverá a distribuição de folhetos sobre a importância da adoção do comportamento seguro, da necessidade de respeito às normas de trânsito, da utilização dos equipamentos de proteção individual e da manutenção correta da motocicleta.

Campanha de orientação para motociclistas

Quarta-feira, 22 de setembro, das 8 às 16h

Praça de Pedágio de Itupeva

Km 77 da pista norte – sentido Interior – da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348)

%d blogueiros gostam disto: