Câmara de Várzea homenageia a Guarda por combater violência doméstica

Durante sessão solene realizada na última terça-feira, (21) a Câmara Municipal de Vereadores de Várzea Paulista prestou uma justa homenagem à Guarda Civil Municipal, Márcia Amorim. A moção de aplauso se deve à iniciativa da guarda feminina no combate à violência doméstica por meio da criação de cartilha educativa e orientativa.

Por meio do projeto, que foi desenvolvido em 2017, foram distribuídas cerca de 10 mil cartilhas. Por meio delas, foram trabalhados temas relacionados à violência doméstica e familiar. O conteúdo focado no público infantil, também tem uma versão para público adulto, e o material foi distribuído em Unidades Básicas de Saúde de toda região.

A ação conseguiu cumprir com êxito seu principal objetivo, na ocasião, muitas crianças denunciaram seus agressores. As principais denúncias envolviam violência sexual praticadas dentro de casa, no seio familiar, por parentes.

O sucesso do projeto se deve à facilidade de leitura pelas crianças que puderam também interagir por meio ilustrações. O envolvimento da população permitiu que muitas pessoas pudessem identificar ações de violência em seu cotidiano e aprenderam os caminhos para fazer a denúncia.

Outro fator que contribuiu para o sucesso do projeto foi o envolvimento da corporação que compõe a GCM – Guarda Civil Metropolitana – na ocasião, eles fizeram questão de entregar as cartilhas em mãos às crianças para valorizar a ação. Em seu discurso na sessão, Márcia Amorim, agradeceu a homenagem e ressaltou a importância do apoio prestado pelos vereadores para retomar o tema. “Infelizmente a violência doméstica e sexual é mais velada e as vítimas tendem a se esconder, quando se trata de criança, então, isso se acentua, porque geralmente o agressor faz ameaças”, explicou a homenageada.

Durante a sessão, Márcia foi prestigiada por integrantes da GCM de Várzea Paulista e aproveitou para exaltar diante dos colegas a importância deles frente ao desenvolvimento de políticas públicas preventivas. “Temos competência para isso, recebida por meio da Lei n. 13.022/2014 (conhecida como Estatuto das Guardas Civis Municipais) esse trabalho precisa ser desenvolvido em rede, as pessoas que podem ser acionadas precisam estar sensibilizadas e preparadas para atender as vítimas”, pontuou ela.

Projeto foi destaque na mídia

Durante a homenagem prestada à GCM foi exibida uma reportagem produzida sobre o tema pela TV Tem, afiliada da Rede Globo. A iniciativa de combate à violência doméstica ganhou destaque na mídia local e mostrou a relevância da ação no contexto educacional e preventivo.

A retomada do projeto conta com apoio da Câmara. O vereador, Emerson Affonso (PSDB) sensibilizado com a postagem do vídeo pela GCM em rede social, achou importante que esse projeto não fosse encerrado. Após apresentação foi feita a moção de aplausos e a proposta foi reforçada com o apoio dos demais vereadores que, durante a sessão, parabenizaram e também referenciaram em seus discursos a importância do trabalho realizado na ocasião e o papel da GCM de Várzea Paulista.

Atualmente, a GCM atua no projeto Guardiã Maria da Penha, instituído na ocasião pelo Comandante da GCM, Pedro Eli da Cunha, prevendo dar assim continuidade às ações da cartilha, porém com foco na violência contra a mulher. O programa ampara a aplicação da Lei Maria da Penha e o “Guardiã Maria da Penha” que conta com parceria e amparo do Poder Judiciário.

Foto: Márcia Amorim