Deputado Alexandre Pereira apresenta projeto para tornar grátis exames

Autor do Projeto de Lei (PL 1286/2019), que institui a realização do Teste Imunoquímico para Pesquisa de Sangue Oculto – FIT na rede pública de saúde do Estado de São Paulo como medida preventiva ao câncer colorretal, o deputado estadual Alexandre Pereira irá propor que o projeto seja votado em regime de urgência na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (SP).

O exame FIT para pesquisa de sangue oculto nas fezes é capaz de detectar o câncer em estágio inicial, evitando que evolua para quadros irreversíveis. “O PL tem como objetivo a prevenção do câncer colorretal, pois quando diagnosticado precocemente tem altas taxas de cura. Por isso, defendemos a realização do teste FIT como exame preventivo pelos equipamentos públicos de saúde do Estado”, assinala Alexandre.

Simples e barato, o teste é indicado para todas as pessoas entre 50 e 75 anos e deve ser feito uma vez ao ano. Caso o resultado seja positivo, o médico indica a colonoscopia para confirmação do diagnóstico. Segundo a tabela da Associação Médica Brasileira o exame de sangue oculto sai em média, apenas R$ 10, em contrapartida a colonoscopia, além de ser invasiva, custa em média R$ 650, sendo realizada apenas em casos positivos do exame FIT.

O câncer colorretal, também conhecido como câncer de intestino, é um dos tumores mais frequentes na população brasileira. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), é o terceiro mais frequente entre os homens e o segundo mais incidente nas mulheres.