Mulher apanha do marido porque marcou consulta médica

Uma moradora da cidade de Várzea Paulista apanhou do marido e ligou para a Guarda Municipal pedindo socorro, porque também foi ameaçada de morte pelo companheiro. O motivo das agressões? Ela agendou uma consulta médica no Posto de Saúde do bairro em que reside. Já houve em Várzea o caso de outra mulher apanhar do marido porque passou por exame de ‘mamografia’, sem autorização do companheiro.

Segundo a Guarda Municipal da cidade, a vítima, que tem 35 anos e vive há 13 com o autor, tinha marcado consulta médica na Unidade de Saúde.

O marido passou a discutir com ela, agredindo-a fisicamente com tapas no rosto e ameaçou matá-la.

A mulher saiu de casa e foi pedir ajuda da Guarda.

Depois de receber atendimento para cuidar dos ferimentos, a equipe foi até a residência do casal.

O homem, de 47 anos, se mostrou bastante agressivo, falando que “vai matar” a companheira.  É o terceiro caso nesta semana, na região de Jundiaí, de maridos violentos que amaçam matar as companheiras ao saírem da cadeia. Um deles foi em Louveira e o outro em Cabreúva.

O delegado do Plantão Policial Regional, Luiz Gustavo Scaff, determinou a prisão do autor pelas agressões e ameaças.

Ele pediu à Justiça que analise bem o caso da família, uma vez que o marido fez sérias ameaças contra a vítima e ela precisa ter proteção, uma vez que cuida de três filhos.

Na Cadeia, a vítima se sentirá segura. “Caso não seja mantido preso preventivamente, poderá atentar contra a vida da vítima”, disse o delegado.

Guarda de Cabreúva prende marido que prometeu matar a mulher

Marido avisa que vai matar a esposa ao sair da Cadeia

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: