Leitora alerta para golpe aplicado por amolador de facas e alicates

Uma leitora do “Jornal da Região” alerta para um golpe que vem sendo aplicado por dois homens após prestarem serviço como amolador de alicates e tesouras, em uma bicicleta adaptada.

Ela procurou a polícia e registrou o caso como extorsão. Na tarde desta quarta-feira (26), ela, que estava trabalhando na Vila Municipal, em Jundiaí, atendeu um homem de aparência simples na recepção de onde trabalha.

O rapaz ofereceu serviços de amolador de facas, tesouras e alicates. Sensibilizada com ele, a recepcionista pegou três alicates de cutícula e perguntou quanto seria o serviço, sendo então informada de que o valor seria de R$ 2 cada, num total de R$ 6.

Enquanto o rapaz amolava os itens, ele questionou se não haveria nenhum outro material que precisasse de seus serviços. A jovem então recolheu alguns materiais do escritório e juntou algumas tesouras para serem amoladas.

Quando a vítima foi pegar os itens amolados, o homem passou a dizer que ela havia entendido o valor errado e que os alicates teriam ficado R$ 66, ao invés de R$ 6. As tesouras tiveram um valor muito maior, o que causou uma discussão entre as partes. Nesse momento um comparsa do amolador apareceu e informou que a vítima havia entendido valor errado. Ameaçada verbalmente, ela se sentiu acuada e entregou um valor alto pelos serviços. Os dois foram embora na sequência.

A jovem procurou a polícia e registrou o caso como extorsão.

Uma outra leitora entrou em contato com o jornal apontando que sua mãe fora vítima do mesmo tipo de ação. Segundo a vítima, um rapaz apertou a campainha da casa de sua mãe e ofereceu o serviço para amolar facas e alicates, por R$ 2. Porém, quando terminou de amolar duas facas cobrou R$ 22 por item, alegando que a vítima havia entendido o valor errado.

%d blogueiros gostam disto: