Artistas do coletivo Sound Food Gang se apresentam no Sesc

Neste sábado (14), às 19h, o coletivo Sound Food Gang, formado por MCs de Jundiaí e região, sobem ao palco do Sesc para apresentar ao público o repertório da mixtape Food Station, misturando clássicos e novidades. Composto pelos artistas Chinv, Mano Will, niLL e Yung Buda, Ashira, Kadow e pelo DJ Buck, o grupo tem se destacado na cena do hip-hop em São Paulo, com participações em programas importantes e fazendo grandes apresentações. A atração é gratuita faz parte da programação especial do Sesc Jundiaí, ‘Hip-Hop – “Pra não parar a revolução”’. Para conferir, retire seu ingresso com 1 hora de antecedência, na bilheteria da unidade.

O Sound Food Gang nasceu como selo musical quando niLL organizou e reuniu artistas para gravar e lançar de forma independente. Foram seis discos, um para cada artista do selo dentro de um ano. O primeiro aconteceu em 2015, com o EP ‘Aprendizados’, de ManoWill, trabalhou que rendeu apresentações em espaços como Sesc Jundiaí, Parque da Uva, Ponte Torta, Clube 28 de Setembro, entre outros lugares.

Com foco no trabalho independente, a gravadora distribuiu 15 álbuns e mais de 200 videoclipes no espaço de 5 anos. Hoje, o canal no Youtube conta com 267 vídeos e 103 mil inscritos somando ao total de 30.134.043 visualizações. Já nas plataformas digitais, o número de ”streams” ultrapassa a casa dos 18 milhões.

Os artistas do coletivo têm músicas com grandes nomes da cena como Rodrigo Ogi, Matéria Prima, De Leve, Max B.O, Aori, Makalister, Rancho MontGomer, Vitor Xamã, Lil Raff, Hot e Oreia. Desde a formação do grupo até os dias atuais, eles já se apresentaram em cidades como Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Votuporanga, Goiânia, Limeira e São Paulo capital. Em eventos privados como Festa dos Bixos, em Votuporanga, e “777 Trap”, em Goiânia, além de eventos públicos como o palco do CCSP Virada Cultural, em São Paulo.

Com foco na produção dos próprios eventos e na marca de roupa Soundfoodshop , as estratégias de produção e distribuição ficam sob os cuidados de Adalberto Fernando de Lima e Matheus Santos e do fotógrafo Anderson Mendes, já a mixagem e masterização ficam por conta de Ramiro Mártir, do estúdio SETOR, em Volta Redonda.

Hip-hop: “Pra não para para a revolução”
É um projeto do Sesc Jundiaí que promove, durante o mês de maio de 2022, a cultura hip-hop por meio de diferentes linguagens artísticas e educativas. O nome escolhido para o projeto é uma homenagem ao poeta e escritor jundiaiense Lucas Menohgrafia, que foi brutalmente assassinado em março de 2020. O verso “Pra não parar a revolução” faz parte de seu livro publicado postumamente “Um dia o poeta morre, mas a poesia vive”.

Serviço
Show
Sound Food Gang
Com NiLL, Yung Buda, Ashira, Mano Will, Chinv, Dj Buck e Kadow
Programação especial Hip-Hop “Pra não parar a revolução”
Dia 14/5, às 19h
Ginásio | 700 lugares | Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, na Loja Sesc
Classificação: 14 anos

O que é necessário para acessar a unidade
Pessoas com mais de 12 anos devem apresentar comprovante de vacinação contra covid-19, evidenciando duas doses ou dose única.

Crianças de 5 a 11 anos devem apresentar comprovante vacinal de uma dose (conforme calendário do município).

Os comprovantes podem ser em formato físico (carteirinha de vacinação) ou digital acompanhado de documento com foto.

Em caso de atividade que exija ingressos, será necessário apresentar o ticket com QR Code na entrada do evento.

O uso da máscara é recomendado durante a permanência na unidade.

%d blogueiros gostam disto: