Cadastro único: 70% de agendados compareceram ao Parque da Uva

Na sexta-feira (10) se encerrou a Semana do Cadastro Único, realizada pela Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), no Parque Comendador Antônio Carbonari, o Parque da Uva. O objetivo principal foi atender as pessoas que precisam se inscrever ou atualizar no sistema de cadastro único, podendo assim evitar bloqueios e cancelamentos de benefícios de transferência de renda, como o Auxílio Brasil. Durante a semana de atendimento, média de 60% dos agendados compareceram.

“Em Jundiaí, quase 7 mil pessoas vão precisar realizar alguma atualização no seu cadastro. As que não fizerem correm o risco de ter o seu benefício cortado, seja ele qual for. É essencial que as pessoas que não conseguiram atualizar nesta semana, compareçam no dia agendado para o atendimento, para evitar transtornos”, esclarece a gestora da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), Maria Brant.

Durante a pandemia, o Governo Federal suspendeu as averiguações e não exigia a atualização dos dados do Cadastro Único para continuar pagando benefícios. No entanto, em março deste ano, esta determinação foi suspensa, podendo o beneficiário que não mantiver seus dados atualizados ter o bloqueio, cancelamento e até mesmo suspensão do mesmo. Isso tem causado, em nível nacional, a procura dos beneficiários pelo serviço e para dinamizar os atendimentos a UGADS irá realizar estes atendimentos.

O atendimento, ao longo da semana, foi priorizado para usuários que já haviam feito o agendamento direto pelo CRAS (Centro de Referência Assistência Social). No entanto, foram feitos cadastramentos de demanda espontânea, ou seja, famílias que compareceram sem o cadastramento. Cerca de 30 famílias de demanda espontânea por dia forma atendidas e cerca 60% tiveram êxito no cadastramento.

“Desde o início da semana, 60% das famílias de demanda espontânea tiveram êxito no cadastro. As que não conseguiram, muitas vezes foi por conta de alguma irregularidade. Essas pessoas saíram daqui com o agendamento direto pelo CRAS”, contou Rafaela Brolo Mania, Coordenadora do Cadastro único.

O mutirão contou com apoio da Receita Federal do Estado de São Paulo, do Jundiaí Empreendedora, Poupatempo e o do Centro de Integração da Cidadania (CIC), que disponibilizaram estandes onde as pessoas podiam regularizar os documentos, cadastrar currículo, auxílio para criar a carteira de trabalho digital e entre outros benefícios.

Atendente no estande do CIC, a advogada Raquel Pacheco estava atendendo a Dona Maria, que estava com alguns problemas na sua certidão de nascimento. “Sou de São Paulo e estou hoje aqui ajudando e auxiliando algumas pessoas que estão precisando arrumar ou atualizar sua certidão de nascimento”, comentou Raquel.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4589-6767 (UGADS) ou 94032-7022 (Cadastro Único).

Abaixo segue a lista de documentos exigidos pelo Governo Federal para a realização de inclusão ou atualização do Cadastro Único:

• Carteira de Trabalho dos maiores de 16 anos, mesmo que não esteja trabalhando (obrigatório), apresentar todas as vias, caso possua mais de uma ou a via recente com CNIS do INSS. Se a carteira for digital, levar impressa;
• Último comprovante de pagamento (se estiver trabalhando com registro);
• Extrato de comprovante de rendimento (se for aposentado, pensionista, beneficiário de auxílio reclusão, auxílio doença ou BPC/LOAS);
• Carteira de Identidade
• RG (Não é aceita Carteira de Habilitação);
• CPF (para solicitação de BPC/LOAS, obrigatório para todas as pessoas da família) – (o nome deve estar atualizado com a Receita Federal);
• Título de Eleitor;
• Certidão de Casamento (se estiver separado, apresentar a Certidão com Averbação de Separação ou Declaração de Separação);
• Certidão de Nascimento (para todos os solteiros: crianças, adolescentes, jovens e idosos);
• Comprovante de residência atualizado em nome da pessoa ou de algum componente da residência (última conta de água, telefone fixo, contrato de aluguel) com indicação do CEP da Rua ou Declaração do Posto de Saúde;
• Nome da escola e série de quem é estudante;
• Telefone para contato e e-mail (não obrigatório).

%d blogueiros gostam disto: