UBSs seguem com vacinação contra COVID-19, Influenza e de rotina

Após mais um sábado de multivacinação, ocorrido no dia 18, a vacinação contra a COVID-19, além das demais doenças, seguem nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), ao longo da semana, no horário específico de atendimento de cada unidade.

Entre segunda (20) a sexta-feira (24) as UBS receberão pessoas de 50 anos ou mais e trabalhadores da saúde para a 4ª dose contra a COVID-19. Pessoas com 5 anos ou mais que ainda não se vacinaram ou estão com alguma dose em atraso também podem comparecer para a imunização. Não é necessário agendar.

Para a dose de influenza é necessário fazer parte dos grupos determinados pelo Ministério da Saúde (MS) como ter 60 anos ou mais ou entre seis meses e menores de cinco anos, ter comorbidades ou deficiência, profissionais da Educação ou Saúde, forças de Segurança ou motoristas de transporte coletivo ou de longas distâncias, além de gestantes e puérperas.

De acordo com a gerente da Vigilância em Saúde de Jundiaí, Maria do Carmo Possidente, mais de 100 mil pessoas seguem com doses atrasadas contra a COVID-19 na cidade. “A completa vacinação contra a COVID-19 é essencial para reduzir a circulação do vírus”, comenta.

Veja mais informações sobre a vacinação em: www.vacina.jundiai.sp.gov.br

No último sábado de multivacinação, as aplicações realizadas nas UBS Hortolândia, Nova UBS Jardim do Lago, UBS Tarumã e na Clínica da Família II, somaram 1.612 doses contra a COVIC-19, 469 contra a Influenza e 73 doses da vacina tríplice viral.

O casal Nilton Vieira, de 78 anos e Sônia Vieira, de 70, aproveitaram o sábado para tomar a dose de reforço contra a COVID-19 e a vacina para a Influenza na UBS da Vila Hortolândia. “Aproveitamos para receber a dose que faltava para completar a nossa imunização”, comentou o aposentado.

Já na ala infantil, o Pedro Santana de Araújo, de 15 anos, foi tomar a dose de reforço contra a COVID-19 e também recebeu a vacina contra tétano, que estava atrasada. Já o seu pai, Dorival Antônio de Araújo, de 54 anos, aproveitou a liberação para maiores de 50 e também se vacinou contra a COVID-19. “As carteiras de vacinação estão atualizadas”, comemora o pai.

%d blogueiros gostam disto: