Eleitores devem se preparar para a votação no 2º turno

O segundo turno está se aproximando e o eleitorado deve se preparar para a votação. No próximo dia 30, estarão em disputa dois cargos, que serão apresentados na tela da urna eletrônica na seguinte ordem: governador e presidente da República.

As eleitoras e os eleitores devem comparecer ao seu local de votação das 8h às 17h, levando um documento de identificação com foto. Esse documento pode ser a carteira de identidade, a carteira de trabalho, a habilitação, o passaporte, entre outros. O e-Título, aplicativo que contém a versão digital do título de eleitor, também é aceito desde que contenha foto, o que ocorre nos casos em que a pessoa fez a coleta dos dados biométricos na Justiça Eleitoral.

A identificação permanecerá híbrida, ou seja, as pessoas que coletaram a biometria serão reconhecidas pelas digitais após a apresentação do documento, sendo dispensada a assinatura no caderno de votação. Já aquelas que não possuem a biometria serão identificadas apenas pelo documento com foto e assinarão o caderno de votação.

Os eleitores e eleitoras que tiveram sua biometria importada do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e não compareceram para votar no primeiro turno poderão ter seus dados validados no segundo turno. Quem não conseguiu validar a biometria no primeiro turno também vai poder tentar de novo. Serão feitas novamente quatro tentativas, da mesma forma que no primeiro turno.

No primeiro turno, cerca de 90% dos eleitores de São Paulo cuja biometria havia sido fornecida à Justiça Eleitoral pelo Denatran conseguiram votar usando a impressão digital. No estado de São Paulo, 4.295.457 eleitores e eleitoras tiveram seus dados fornecidos à Justiça Eleitoral pelo Denatran. Desse total, compareceram 3.159.563, e 2.789.156 tiveram os seus dados validados. Aqueles que não compareceram para votar ou que não conseguiram validar a biometria no primeiro turno terão a oportunidade de confirmar os dados biométricos no segundo turno.

É muito importante que todas e todos compareçam ao local de votação com os números anotados, de modo que o exercício do voto aconteça de forma ágil e segura. Isso contribuirá para que o processo transcorra dentro da normalidade em cada seção eleitoral. Antes de escolher suas candidatas e candidatos, é imprescindível obter informações sobre os concorrentes, quais são as suas propostas, se o discurso condiz com a respectiva história, ou seja, conferir elementos que contribuirão para um voto consciente e responsável.

A expectativa é que a votação seja mais rápida no segundo turno considerando que são apenas dois cargos em disputa. Também contribui o fato de os eleitores já conhecerem sua seção eleitoral e os mesários estarem repetindo o processo feito no primeiro turno.

Mais de 34 milhões de eleitoras e eleitores estão aptos a votar em São Paulo, distribuídos em 10.769 locais de votação. Esse número representa pouco mais de 22% do eleitorado nacional. Serão utilizadas 101.073 urnas eletrônicas, cada seção eleitoral correspondendo a uma urna. Os eleitores do estado que deixaram de votar no primeiro turno foram 7,5 milhões, o que equivale a 21,61% de abstenção, percentual próximo da média histórica.

%d blogueiros gostam disto: