Lula vota em São Bernardo

VICTORIA AZEVEDO

(FOLHAPRESS) – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) votou às 9h25 deste domingo (30) em uma escola em São Bernardo do Campo, São Paulo, berço político do petista. Ele chegou no local às 9h10.

Lula estava acompanhado de seu vice, Geraldo Alckmin (PSB), de sua esposa, a socióloga Rosângela da Silva, a Janja, da ex-senadora Marina Silva (Rede-SP), do deputado eleito Guilherme Boulos (PSOL-SP) e do candidato do PT ao Governo de São Paulo, Fernando Haddad.
Dentro da escola, Lula foi recebido por apoiadores com gritos de “olê, olê, olá, Lula, Lula”.
Pesquisa Datafolha divulgada no sábado (29) mostrou Lula com 52% dos votos válidos ante 48% de Jair Bolsonaro (PL).

No último sábado (29) Lula encerrou sua campanha presidencial na avenida Paulista, com uma caminhada de rua junto a apoiadores e a peças-chave de sua campanha, com organização de desfile de Carnaval.

O ex-presidente estava novamente acompanhado por Haddad e Geraldo Alckmin (PSB), além de Marina Silva e da senadora Eliziane Gama (Cidadania-PE). O ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica também estava na caminhonete do candidato.

Apoiadores do petista começaram a se concentrar a partir das 14h em frente ao Masp (Museu de Arte Moderna de São Paulo). A caminhada começou pouco depois das 16h e durou cerca de uma hora. Lula e aliados seguiram até a esquina com a rua da Consolação. O carro de som seguiu pela via sentido centro.

Lula fez a caminhada em cima de uma caminhonete sem proteção no teto e nas laterais. Além da equipe do petista e de policiais federais que fazem a segurança do petista, militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) fizeram um cordão protegendo o carro.

O cortejo tinha abre-alas, porta-bandeiras e alegorias – sendo dividido em alas, e o trajeto foi embalado por jingles da campanha. Durante o caminho, o ex-presidente cumprimentou e acenou para apoiadores.

Segundo assessoria de imprensa do ex-presidente, as alas simbolizam “os grandes desafios que serão enfrentados a partir de janeiro de 2023” por Lula. Entre eles o trabalho, a saúde e o meio ambiente. Um globo imitando a Terra e uma onça infláveis foram dispostos na Paulista.

Uma motociata em apoio ao ex-presidente, composta em grande parte por entregadores de aplicativo, também atravessou a avenida Paulista no início da tarde deste sábado (29).

Neste domingo (30), contudo, ele enfrenta a eleição mais difícil de sua carreira, contra um adversário que o espelha quando o domínio é o de conexão com o eleitorado. O pleito também se tornou um plebiscito de seu legado e acerca do futuro da esquerda brasileira.

%d blogueiros gostam disto: