Bandidos usam aplicativo para roubar caminhão

A vida dos caminhoneiros não está nada fácil. Um motorista de 39 anos, morador no Espírito Santo, acessou o aplicativo FRETEBRAS e encontrou um pedido para transportar metais de Campo Limpo Paulista para Vitória. Ao chegar no endereço combinado uma quadrilha o esperava.

A vítima relatou ao delegado Marcos Luchesi Farias que foi abordado por três homens armados.

Os bandidos o colocaram em um carro, rodaram por um tempo e depois foi deixado em uma mata, até escurecer. No fim do dia mandaram ele ir embora, a pé. até pedir socorro para a Polícia.

Nesse tempo os marginais sumiram com o seu caminhão Volvo FH 440 6X2T, de Santa Teresa, no Espírito Santo, placa OVF 8H38, com a carreta SR/Librelato SRBA 1ED1 3E, placa OVI 1J22.

Os bandidos também levaram o telefone celular da vítima e a quantia de R$ 200,00 em dinheiro.

NOTA FRETEBRAS
Em nota, a Fretebras afirma que “se solidariza com a vítima e está totalmente à disposição das autoridades para apoiar com informações que possam ajudar a encontrar os demais responsáveis pelo crime. Historicamente, a Fretebras valida todas as empresas que se cadastram em seu site para publicar cargas e aprova, em média, apenas 30% delas, seguindo um processo rigoroso com 8 etapas de segurança. A empresa afirma que desenvolveu um robô que avalia e classifica as cargas publicadas de acordo com seu nível de risco. Esta tecnologia, aliada a um investimento de quase R$ 80 milhões em ações de prevenção à fraude, reduziu em 67% a incidência de golpes contra caminhoneiros, atingindo uma taxa de segurança superior a 99% dentro da plataforma. A Fretebras está apurando os acontecimentos, já que historicamente, cerca de um terço das denúncias feitas contra a empresa não aconteceram de fato dentro da sua plataforma (os golpistas conseguem os contatos de caminhoneiros por vias paralelas, como grupos de Whatsapp, e que por isso, fogem do controle da empresa).”

 

%d blogueiros gostam disto: