DIG, CPFL e Científica flagram oito imóveis com furto de energia

A CPFL Piratininga denunciou, na manhã desta segunda-feira (07) mais oito moradores da cidade de Campo Limpo Paulista por furto de energia.

A empresa constatou, por meio dos registros de contas que houve queda no consumo de vários clientes, sendo que as casas continuavam habitadas.

Com apoio da Polícia Civil, com policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), equipes foram até os endereços para fazer constatação.

Os oito moradores foram encaminhados para a sede da DIG no bairro do Anhangabaú, em Jundiaí e indiciados por furto de energia. Eles vão responder processo na Justiça.

A CPFL tem combatido o furto de energia denunciando os clientes à Polícia, informando que a rede fica sobrecarregada e pode provocar incêndios ou outros problemas.

Além de responder criminalmente, quem furta energia também é obrigado a pagar os meses que deixou de recolher com juros e multa.

A operação denominada BlackOut prosseguirá durante o dia.

Os delegados que trabalham com os casos são Josias Guimarães, titular da DIG e seu auxiliar, Carlos Eduardo Barbosa Soares.

%d blogueiros gostam disto: