Paralisia infantil: vacina é disponibilizada em todas as UBSs

Jundiaí disponibiliza em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) a vacina contra paralisia infantil – único caminho para manter a proteção das crianças contra a Poliomielite, doença erradicada no País e com risco de voltar. A aplicação ocorre durante o horário das salas de vacinação.

O Calendário Nacional de Imunização do Ministério da Saúde preconiza que, aos dois, quatro e seis meses, a população infantil receba três doses da vacina injetável – VIP. Aos 15 meses e aos 4 anos, mais duas doses de reforço com a vacina oral bivalente – VOP (gotinha). No Município, segundo balanço da Vigilância Epidemiológica (VE), a cobertura vacinal de rotina contra Pólio é de 78,9% em menores de um ano e de 75% em crianças com um ano. O ideal é que 95% da população alvo, composta por 4.346. crianças, sejam vacinadas.

“O vírus continua circulando. A doença voltou em países como os Estados Unidos e Israel. A vacina é segura e eficaz na prevenção. É importante que os pais ou responsáveis procurem as UBSs para que as crianças recebam as doses da rotina, mantendo atualizada a carteirinha de vacinação. É preciso conscientização, esforço coletivo, para não assistirmos a volta dos casos”, alerta a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Maria do Carmo Possidente.

A paralisia infantil é uma doença contagiosa aguda causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, e que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes e secreções eliminadas pela boca de pacientes. Nos casos graves, em que acontecem as paralisias musculares, os membros inferiores são os mais atingidos. O Brasil não detecta casos de Poliomielite desde 1990. Em 1994, o País recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) a certificação de área livre da doença e vem envidando esforços para alcançar a meta dos indicadores.

A Campanha Nacional de reforço voltada para crianças de 1 a 4 anos, encerrada no dia 31 de outubro e desencadeada no dia 8 de agosto, alcançou no Brasil apenas 72,57% do público-alvo. No Estado, o índice chegou a 69,35%. Em Jundiaí, 15.658 crianças foram vacinadas, o que representa 74,68%% das 20.967 que estavam aptas a tomar a vacina.

Demais vacinas
Também estão disponíveis nas UBSs as demais vacinas previstas no Calendário Nacional de Vacinação, para crianças, adolescentes e adultos, além de todas as doses contra Covid-19 e a vacina contra Influenza para pessoas a partir de 6 meses. Junto com um documento de identidade, é importante apresentar a caderneta de vacinação. No caso da imunização contra Covid-19, quem não estiver com o comprovante, pode informar no momento e será emitido outro imediatamente.

%d blogueiros gostam disto: