CIDADESJUNDIAÍPOLÍCIA

Delegacia da Mulher cumpre Mandados de Prisões

A Polícia Civil realizou nesta quarta-feira (08) a “Operação Átria”, em todo o Estado de São Paulo, para cumprimento de Mandados de Prisões. De acordo com o delegado do Deinter 2, Luís Henrique Apoc Joia, cada Seccional montou uma operação.

Só na área da Delegacia Seccional de Jundiaí foram mobilizadas 25 viaturas e cerca de 50 agentes, com 12 pessoas detidas e encaminhadas para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Um dos detidos era procurado pela prática de estupro de vulnerável. Outros dois estavam com condenações pela Lei Maria da Penha, de Violência Doméstica. Os demais respondem processos por falta de pagamento de Pensão Alimentícia.

O “Jornal da Região” apurou que há, na “fila de espera” cerca de 70 mandados de prisões despachados por juízes, para serem cumpridos só em Jundiaí e as operações vão continuar.

Um dos presos é do Jardim Tarumã. O outro da Vila Nambi. Tem ainda um que é do Morada das Vinhas.

A movimentação policial coordenada pela equipe da Delegacia de Defesa da Mulher chamou a atenção na cidade. Em uma das abordagens o procurado estava no trabalho e foi surpreendido pelas policiais.

Quem está devendo pensão alimentícia deve procurar o advogado que cuida do caso, para tentar uma negociação, do contrário poderá ser preso e encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

Jarinu

Na cidade de Jarinu os policiais civis também realizaram a “Operação Átria”. Eles conseguiram prender um procurado da Justiça que responde processo por Violência Doméstica.

O preso foi recolhido à carceragem e vai passar por audiência na Justiça.

Outros mandos de buscas na cidade serão cumpridos com apoio da Guarda Municipal.

Campinas

Em Campinas, durante o cumprimento de mandados de buscas, em trabalho coordenado pela delegada Bruna Romeiro, os policiais encontraram uma pistola .9mm com 30 munições na casa de um acusado de ameaçar a esposa. Ele recebeu voz de prisão em flagrante.

Americana

Na Seccional de Americana, a Delegacia de Defesa da Mulher trabalhou em conjunto com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) na Operação Átria. Foram cumpridos 15 Mandados, sendo que seis resultaram em prisões, com a localização dos procurados da Justiça.

A Polícia Civil informa que vai prosseguir diariamente com as buscas aos procurados da Justiça.