CIDADESJUNDIAÍ

Profissionais das ETECs anunciam greve a partir do dia 08/08

Os profissionais que atuam nas Escolas Técnicas do Estado de São Paulo (ETECs) anunciam paralisação geral a partir do dia 8 de agosto, terça-feira. O motivo é a reivindicação de melhores salários. Segundo o Sindicato da categoria, o Governo Tarcísio de Freitas reduziu o bônus dado aos professores, por exemplo, de 20 para 8%.

“Nós, trabalhadores do Centro Paula Souza, desempenhamos um papel crucial na formação de futuros profissionais e no desenvolvimento da educação em nosso estado. No entanto, nossas necessidades e demandas têm sido negligenciadas por tempo demais. Agora é o momento de agir e reivindicar o que é justo para nós”, diz nota do Sindicato.

A categoria reinvidica uma data para pagamento dos bônus, uma vez que o Estado paga “quando bem entende”.

Também é feito o pedido de revisão da carreira, implantada em 2014, que deixou para trás muitos direitos importantes.

A entidade pede ao Governo do Estado que sente para negociação sobre a valorização dos profissionais que atuam nas ETECs – Centro Paula Souza.

Também é feita crítica à ideia do governador de instituir o ensino técnico na rede estadual, concorrendo com as ETECs, numa rede paralela, “sem investimentos, sem estrutura laboratorial e sem contratação de professores habilitados. Será um Golpe de morte nas ETECs”, diz nota.

Por fim o Sindicato reivindica que o governador dê aumento salarial adequado para a categoria, uma vez que a proposta é de 6%, enquanto que Tarcísio e seus secretários terão 50%.

A proposta não repõe a mínima parte do que a categoria perdeu para a inflação.